in

Bebê perde a vida após ser esmagado por porta automática

Courtney Reiss, mãe do bebê Joseph Reiss, de apenas 16 meses, levou o filho em um corpo de bombeiros, para visitar o tio que trabalha no local. No evento, haviam mais familiares do bebê, contando sete crianças além dos adultos presentes.

Publicidade

O bebê, de apenas 16 meses, faleceu no Arizona, Estados Unidos, após a porta automática de um centro do corpo de bombeiros se fechar enquanto ele passava e acabar esmagando-o. 

Em segundos de distração dos pais, foi o bastante para acontecer uma tragédia para esta família. Assim que a mãe do bebê percebeu o que havia acontecido, correu ao hospital mais próximo, o pequeno, porém, não resistiu e faleceu devido a sérias lesões no crânio e cérebro.

Publicidade

Steve Hulsman e Evan Goldstein, os advogados da família, afirmaram que os pais devem processar a cidade pelo ocorrido. A família pede 9 milhões de dólares, o equivalente a 34 milhões de reais, à cidade. Segundo os advogados, a cidade poderia ter colocado alertas em relação ao perigo da porta automática.

Publicidade

A dor e angustia sofrida por Dan e Courtney é imensurável. Sem nenhum aviso, 16 meses de muito amor e alegria, acabaram. Esta perda deixou Dan e Courtney sem saber como encontrar esperança e alegria novamente em suas vidas. Por causa desta perda terrível, eles também acabaram faltando vários dias no trabalho”, disse um dos advogados à imprensa local.

Publicidade

Do relato desta mãe fica o alerta quanto ao cuidado com os bebês, e estar sempre observando os passos que a criança dá.

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade