in

Grêmio pode ter problemas com venda antecipada de jogador titular

Os jogadores brasileiros têm estado em alta no mercado internacional da bola e durante a pausa para a Copa do Mundo da Rússia, vários nomes de atletas dos times nacionais estão passando por algum tipo de negociação com os times de fora do país.

Publicidade

Com o Grêmio não tem sido diferente e as propostas, acordos e vendas estão sendo postos nas mesas de conversas entre os presidentes dos times.

O nome da vez é o do volante Arthur, de apenas 21 anos, que teve o valor de seu passe avaliado para venda ao Barcelona por nada menos que 30 milhões de euros. 

Publicidade

Teoricamente, o Barcelona só apresentaria a proposta de compra do atleta e reinvidicaria sua ida para a Europa a partir do fim de 2018. Mas parece que, com a perda do jogador Iniesta para o japonês Vissel Kobe, o time europeu está mais necessitado da chegada de Arthur para o meio do ano, já que o clube espanhol não poderá aguardar mais 6 meses para que isso aconteça. 

Publicidade

O detalhe mais relevante dessa transação, no entanto, é que o time gaúcho comenta sobre a possibilidade de requerer um pouco mais de dinheiro pelo passe do rapaz, já que o Barcelona o solicitará bem antes do combinado. 

Publicidade

Segundo o jornal espanhol Marca diz em sua publicação, o Barcelona não pagará "um euro a mais" por essa negociação, inclusive porque o Barça afirma não haver qualquer tópico no acordo firmado entre os times sobre um possível aumento de valor de compra caso o jogador fosse solicitado antes do prazo conversado. 

Arthur marcou quatro gols em 18 jogos e também teve seu nome inserido por Tite na lista dos 35 jogadores escolhidos para compor a seleção brasileira para a Copa na Rússia.

Publicidade
Publicidade