in

Saiba como foram os últimos minutos de vida de Vitória Gabrielly

Vitória Gabrielly foi encontrada morta no sábado (16), depois de ficar desaparecida por 8 dias, a menina, que saiu de casa para andar de patins no dia 8 de junho em Araçariguama (SP), foi raptada e cruelmente assassinada. Este caso de grande comoção nacional continua sendo investigado sob sigilo de justiça e a polícia segue em busca do assassino da menina de 12 anos, que tinha planos de conhecer a Disney e se tornar modelo.

Publicidade

Investigação criminal

A polícia não descarta nenhuma possibilidade neste caso nefasto, todas as linhas de investigação estão sendo seriamente examinadas, entre elas a possibilidade de Vitória ter sido morta por vingança. Amigos, familiares, vizinhos e conhecidos já foram ouvidos, mais 70 pessoas já prestaram depoimento, três carros suspeitos já foram periciados, imagens de câmeras de segurança estão sendo cuidadosamente analisadas, várias evidências foram coletadas no local onde o corpo foi encontrado, como por exemplo, os patins e chinelos da garota, material genético recolhido, celulares foram apreendidos, um suspeito preso e a vida pregressa das pessoas mais próximas a menina estão sendo investigadas.

Todas essas evidências formam um grande quebra cabeça que a polícia tenta montar o mais rápido possível para dar uma resposta a pergunta que não quer se calar, quem matou Vitória Gabrielly? Um crime hediondo e cercado de mistérios que não pode e não deve cair no esquecimento.

Publicidade

Morte por asfixia

De acordo com os peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil de São Paulo, a adolescente Vitória Gabrielly Guimarães, morreu por asfixia e não por estrangulamento como havia sido noticiado, esta conclusão se deve ao fato de terem encontrado uma meia na boca da garota. A morte por asfixia é uma das mais aterrorizantes; saiba mais.

Publicidade

Asfixiologia Forense

De acordo com os estudos feitos pelo Professor Doutor Sérgio Britto Garcia da USP (Universidade de São Paulo), a asfixia forense apresenta características únicas e são através delas que os exames realizados no IML (Instituto Médico Legal) podem comprovar a mecânica da morte do indivíduo. O corpo mostra que sofreu asfixia através de sinais, como por exemplo, cianose da face e leitos ungeais, espuma na boca e narinas, equimoses externas.

Publicidade

Como acontece a asfixia?

O assassinato por asfixia é considerado meio cruel de matar, pois o processo asfixio somente leva o indivíduo a morte com cerca de 5 minutos, considerado um meio demorado de produzir a morte, com intenso sofrimento da vítima. 

A asfixia externa, como a que aconteceu com Vitória Gabrielly possui fases distintas, são elas

  1. Dispneia inspiratória: dura cerca de 1 minuto, o indivíduo continua consciente e faz grande esforço para receber oxigênio decorrente da hipoxemia.
  2. Dispneia expiratória: leva aproximadamente 3 minutos, devido a hipercapnia (grande concentração de gás carbônico), o indivíduo perde gradualmente a consciência e pode apresentar convulsões.
  3. Esgotamento: dura cerca de 3 minutos a vítima fica inconsciente e ocorre a parada respiratória, também conhecida como morte aparente.
  4. Morte.

Asfixia – Importância Legal

  • Lei 7.209/84 – não mais considera a asfixia como agravante mas sim como meio cruel.
  • Código Penal –  Artigo 121 – Matar alguém – Pena: reclusão de 6 (seis) a 20 (vinte) anos.
  • Homicídio qualificado – Quando o homicídio é cometido com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, ou outro modo cruel.
Publicidade
Publicidade
Publicidade