in

Presidente do Grêmio revela como será gasto dinheiro adquirido com vendas de jogadores

O Grêmio tem conseguido bons resultados dentro de campo, porém, fora das quatro linhas o clube gaúcho não está se saindo muito bem e traz consigo os problemas que muitas empresas brasileiras vem enfrentando (sustentabilidade): quando se trata de ser auto-sustentável o time não consegue se manter sem ter que depender das negociações geradas em cima dos jogadores. 

Publicidade

No entanto, segundo palavras do presidente Romildo Bolzan, eles pretendem alterar esse cenário já em 2019.

Ainda segundo Bolzan, o clube tem previsões orçamentárias decorrentes das receitas geradas pelas vendas dos jogadores e que isso não é apenas uma perspectiva e, sim um planejamento de utilizar esses recursos para que consigam avançar e se tornarem auto-sustentáveis.

Publicidade

Entenda o que o presidente do Grêmio pretende fazer com as vendas de jogadores

O presidente afirmou que a atual situação não se trata de que o clube tem que vender jogadores para arrecadar, no entanto, para que o ano de 2019 seja totalmente diferente dos anteriores, o clube terá que realizar as vendas para ajustar o caixa em caráter definitivo, disse o mandatário gremista em reportagem cedida ao site Globo Esporte. 

Publicidade

Bolzan também lembrou que em 2018 o Grêmio realizou apenas uma venda, porém foi uma grande negociação, se referindo a venda do volante Arthur para o Barcelona:

Publicidade

"A expectativa é que o clube lucre pelo menos R$ 130 milhões, dinheiro que inicialmente está destinado para o pagamento de empréstimos bancários feitos juntos ao Banrisul (patrocinador do clube) e também com o BMG".

Publicidade
Publicidade
Publicidade