in

Reformulação? O que o Santos deve fazer na parada para a Copa

O Santos se reapresenta novamente na próxima segunda-feira (25) depois de 11 dias parados. O primeiro jogo oficial na retomada do Campeonato Brasileiro acontecerá no dia 19 de julho, mas até lá os meninos da Vila irão disputar dois amistosos no México, dia 7 contra o Monterrey e dia 10 contra o Querétaro.

Publicidade

A bola parada é um dos quesitos que o clube deve intensificar em seus treinos, uma vez que em 12 rodadas do Brasileirão foram sofridos cinco gols de falta ou escanteio. Logo, esses amistosos e treinos precisam auxiliar o Peixe a melhorar esse quesito importante.

Na maioria dos treinos fechados, Jair Ventura procura trabalhar bastante essas situação, como pôde ser visto pela afirmação de Gabigol, logo após a derrota para o Cruzeiro, no Pacaembu. “A gente treina bola parada quase sempre e tomamos gol assim. Não é culpa dele (Jair). Temos de manter a calma para recuperar a boa fase”, falou o craque santista.

Publicidade

Outro quesito que o Santos deve trabalhar é na busca por reforços, frisando também a questão das bolas paradas. O clube não foi muito eficiente na procura de novos atletas para substituir Zeca, Lucas Lima e Ricardo Oliveira. O técnico não conseguiu ainda encontrar um armador que seja unanimidade no time, mesmo que acertou nas compras de Dodô e Eduardo Sasha.

Publicidade

O Santos irá receber nesse mês do Real Marid a primeira parcela do pagamento ela venda de Rodrygo, e esse valor de R$ 86 milhões vai ajudar muito o time. José Carlos Peres, presidente, Ricardo Gomes, o novo executivo de futebol, prometeram dar uma maior movimentação ainda na janela de transferências.

Publicidade

É válido lembrar que o clube está procurando por dois meias, sendo um ofensivo e outro defensivo e também por um atacante.
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade