in

Geromel e Jael são exemplos para André no Grêmio

Assim que André ficou à disposição de Renato Gaúcho, foi colocado no lugar de Jael. Ele já disputou, desde sua chegada em março, 13 partidas, marcando apenas 2 gols. O seu baixo rendimento lhe custou um pouco caro e agora ele está sendo pressionado.

Publicidade

A equipe técnica do Grêmio compreende que o atleta esteja em processo de adaptação no time, porém, Alberto Guerra, diretor de futebol do tricolor, chegou a citar os casos de Pedro Geromel e Jael, que também precisaram de tempo para se desenvolver na equipe.

Os dois também precisaram passar por essa adaptação e André também precisará passar por isso, afirmou Guerra em uma entrevista à Rádio GreNal, de Porto Alegre. André poderá entrar na partida na fase de oitavas de final da Copa Libertadores, porém, ele ainda está impedido de jogar na Copa do Brasil, por já ter disputado o torneio com o Sport.

Publicidade

É bem curioso a forma como as pessoas cobram o desempenho de um jogador quando ele apresenta um baixo rendimento, mesmo que temporário. Todos os atletas, por melhor que sejam, precisam de tempo para se adaptar a mudanças, tem problemas pessoas e desgastes físicos.

Publicidade

Tudo pode influenciar em um desempenho bom. A entrada de um atleta em um time novo requer adaptação à muitas mudanças e isso não está sendo considerado no caso de André, que está sendo incompreendido pela maioria das pessoas.

Publicidade

Muitos não consideram o que ele já fez de bom até o momento, apenas criticando o jogador pelo que deixou de fazer, e não são empáticos com o próximo, isso é muito injusto, segundo alguns analistas de jogo.

Publicidade