in

Bruna Marquezine desobedece Fifa, bate o pé e quebra regras da Copa do Mundo

A atriz que adiantou as gravações da novela Deus Salve o Rei para ir à Russia prestigiar e torcer pelo namorado, o craque Neymar, acabou 'causando' na manhã desta quinta-feira (22).  A atriz tem mantido silêncio quanto a Copa, mas limitou-se a fazer uma aparição publicitária.

Publicidade

No entanto, a atitude da atriz é contra as regras da Fifa. Mesmo com todos os tipos de propaganda sendo barrados pela empresa, a atriz fez questão de publicar um Stories em seu perfil no Instagram exibindo a peça íntima que estava usando, um sutiã amarelo da C&A, parte da coleção que Bruna fez com Neymar para o Dia dos Namorados.

No post feito, a atriz ainda marcou o perfil oficial da loja. A regulamentação da Fifa, por sua vez, proíbe qualquer tipo de publicidade, inclusive nas redes sociais.

Publicidade

Publicidade

São proibidos os “direitos de exploração de qualquer marca em conexão com eventos de transmissão e exibição”, como o estádio. Bruna não foi a única não, Rafaella, irmã do craque também posou com peças da marca.

Publicidade

Na legenda, Marquezine escreveu: “meu look C&A Brasil”, acompanhada da hashtag #torcidacea. A C&A fez questão de republicar as imagens das duas personalidades em seus perfis.

Vale ressaltar que em 2010, duas torcedoras foram presas por “publicidade encoberta” na Copa.

Na ocasião,36 holandesas participaram de uma ação da cervejaria Bavaria, que não possuía qualquer direito comercial no Mundial de 2010, e as torcedoras Barbara Castelein e Mirthe Nieuwpoort tiveram que pagar uma fiança de R$ 2 mil para deixar a prisão.

Neymar também chegou a mostrar sua sunga da marca Blue Man no intervalo de uma partida do Brasil em 2014 e a empresa foi notificada pela Fifa.

Publicidade