in

Comentarista de futebol deixa a Globo e detona Galvão Bueno após Brasil x Costa Rica

Galvão Bueno foi o narrador do jogo Brasil x Costa Rica, na manhã desta sexta-feira (22). A partida da Copa do Mundo da Rússia rendeu uma audiência muito alta à Rede Globo, mas Galvão Bueno foi criticado por um ex-comentarista de futebol da emissora.

Publicidade

Durante a partida, Galvão, como de costume, não limitou apenas em narrar o jogo da seleção brasileira, mas também teceu alguns comentários sobre a atuação dos jogadores em campo.

Ex-comentarista da Globo, o ídolo vascaíno Juninho Pernambucano opinou no Twitter. “O cara passa o jogo criticando o Neymar, culpando até pelo pênalti sofrido. Agora quer elogiar. Galvão não para, é intocável. Faz todo mundo detonar o cara, depois do gol quer mudar. Isso sempre foi assim. Neymar é monstro e não é obrigado a arrebentar sempre. Boa Brasil”, criticou Juninho.

Publicidade

O ex-jogador deixou a Globo pouco antes da Copa do Mundo, alegando motivos pessoas. Ele foi bastante criticado por criticar repórteres, incluindo os da emissora. Pegou mal e ele acabou pedindo para sair.

Publicidade

Para o lugar dele, a Globo chamou Roger Flores, do SporTV, que tem acompanhado os jogos da Copa do Mundo junto com o narrador Luis Roberto. Juninho saiu, mas segue de olho nas partidas.

Publicidade

“Gente, aproveitem a copa para ter opinião própria. A maioria foi formado na escolinha do Galvão, futebol não é assim. Não gostar do lado pessoal ok, mas aprenda a separar e analizar (sic) o jogo. A não ser que tenha sacanagem explícita”, postou Juninho, que digitou analisar erroneamente com a letra Z.

“Galera da esquerda, cuidado para não sermos hipócritas. Nós não criticamos cabelo, cor, religião, sexualidade etc… e isso acontece, pois ouvimos tanto a mesma coisa que repetimos. Nós analisamos performance, contexto, emocional, humano, coração, amor e respeito ao próximo”, filosofou Juninho.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade