in

Homem troca a vida de um bebê por droga

Um caso chocante, que deixou milhares de pessoas comovidas, fala de um bebê de um ano que morreu de uma maneira triste. Crianças são vítimas frágeis nas mãos de seres perversos e muitas vezes são ignoradas, maltratadas, violentadas, assassinadas por aqueles que deveriam lhes dar segurança e amor. Mais uma vez, a morte de um bebê se tornou manchete nos principais jornais do mundo causando indignação, comoção e revolta; entenda.

Publicidade

Morte 

A tragédia aconteceu no estado da Flórida nos Estados Unidos, um homem identificado como Charles Lee, de 45 anos, estava em casa cuidando do menino de um ano, contudo, o homem optou por se drogar e simplesmente ignorou o garoto, que teve uma morte horrível.

De acordo com as informações dadas pela polícia local, Charles abandonou o bebê em casa e saiu na companhia de um adolescente de 15 anos para usar drogas, mesmo sabendo que a criança tinha acesso a piscina do imóvel. Sem ter noção do perigo a criança se encaminhou para a área externa da casa e caiu na água, sem chance alguma de ser socorrido.

Publicidade

O bebê que não teve seu nome revelado, chegou a ser socorrido, reanimado e encaminhado para um hospital da região, mas veio a óbito dias depois. O caso aconteceu no último dia 31 de maio, o homem era amigo da família e ficou incumbido de cuidar da criança por algumas horas.

Publicidade

Prisão

Enquanto a criança era levada para o hospital, Charles fugiu e passou a ser procurado pela polícia. Vizinhos e testemunhas do afogamento do bebê, afirmaram que a criança estava sozinha em casa, Charles o deixou só e sequer notou que a criança estava desacordada dentro da piscina.

Publicidade

Ele foi preso na última quarta-feira (20), ele estava escondido na Cidade do Panamá, inicialmente, Lee mentiu para a polícia, afirmando que estava dentro de casa e apenas não tinha se dado conta que não via a criança há algum tempo. Depois em outro depoimento ele confessou que havia saído de casa para usar drogras e que a criança ficou por um bom tempo sozinho. 

Charles foi indiciado por homicídio culposo (onde não existe a intenção de matar), não há informações se houve pagamento de fiança e se ele vai responder pelo crime em liberdade.

Charles é acusado de deixar bebê de uma ano morrer para fumar 

Posted by Direto da Redação on Friday, June 22, 2018  

Publicidade
Publicidade