in

Homem é preso por filmar fiéis em banheiro da Igreja Assembléia de Deus

Suspeito utilizava celular escondido em tampa do vaso sanitário. Ele foi detido após uma denúncia anônima de um dos membros da Igreja Assembleia de Deus. Tudo aconteceu neste domingo (17), quando Jodson de Souza Ferreira, de 35 anos, foi detido, suspeito de ter escondido um celular no banheiro feminino de uma igreja evangélica Assembleia de Deus.

Publicidade

O aparelho foi utilizado para filmar as fiéis que frequentam o templo. O caso aconteceu no bairro de Capelinha de São Caetano, em Salvador, na Bahia. A Guarda Civil Municipal (GCM) informou que o homem havia preparado um fundo falso em uma das tampas de um vaso sanitário. A câmara do celular estava posicionada em um buraco e filmava o exato momento em que as fiéis iriam sentar.

Imagens registradas pela polícia mostram como o homem agiu. A tampa do vaso sanitário foi recortada e o aparelho ficou escondido dentro de uma latinha de alumínio, perfurada no local da lente da câmera. Um material plástico, com adesivo, foi usado para fechar o local recortado, dando ideia de que havia sido consertado por algum defeito. Depois ele pintou o aviso "favor dê descarga", usando tinta preta.

Publicidade

Publicidade

A GCM foi ao local após receber uma denúncia anônima de um dos fiéis. O aparelho apreendido já havia filmado três crianças e outras duas mulheres que frequentavam o culto, não se sabe por quanto tempo ele já fazia as filmagens, o aparelho foi apreendido e será analisado.

Publicidade

Após a ação, o suspeito, foi encaminhado para a Central de Flagrantes, na região do Iguatemi, junto com o celular e a tampa do vaso sanitário. O suspeito não negou o crime, o caso será investigado pela Polícia Civil.

Equipes do Grupamento de Operações com Cães participam da prisão do suspeito. "Ao abrirmos o celular, foi constatado que haviam vídeos de três crianças e duas mulheres que estavam na igreja participando do culto", disse a comandante Carolina Santana.

Jodson de Souza foi encaminhando para Central de Flagrantes e vai responder por atentado ao pudor e poderá ter um agravante pelo fato de ter filmado 3 crianças, ele também pode responder pelo crime de pedofilia. Não foi informado se o suspeito era um dos membros da igreja.

Publicidade
Publicidade
Publicidade