in

Caso Vitória: dilacerada com a dor da perda, mãe quebra silêncio e faz revelação emocionante

O caso Vitória ainda é um grande mistério para a polícia. A adolescente foi morta brutalmente e ainda não se sabe quem é o verdadeiro assassino. O corpo dela foi encontrado no último sábado (16), após ficar desaparecida por oito dias.

Publicidade

O drama vivido pela família comoveu o país inteiro nos últimos dias e todos torciam para que a história tivesse um final feliz. No entanto, não foi o que acabou acontecendo e a polícia continua investigando para tentar descobrir o autor do crime. Um novo indício foi encontrado durante a investigação, duas digitais nos patins da garota podem ajudar a solucionar a tragédia.

Rosana, mãe de Vitória Gabrielly, quebrou o silêncio e decidiu falar sobre o assunto. “Não vou deixar esse caso cair no esquecimento”, esse foi o desabafo feito por uma mãe dilacerada pela dor de perder uma filha. Ela disse ainda que não teve coragem de retornar a sua casa, pois as duas moravam sozinhas.

Publicidade

Desde que a morte da garota foi confirmada, Rosana saiu da cidade e foi para Santo André, cidade do interior de São Paulo. A professora de 39 anos sequer conseguiu comparecer ao enterro da filha. A docente relatou como foi seus últimos momentos com Vitória. Ela disse que no dia do desaparecimento acordou a filha para ir à escola e seguiu a rotina normalmente, até ajudou a menina a se arrumar.

Publicidade

A mãe conta que a filha tinha o hábito de ir sozinha à escola, mas nesse dia pegou uma carona com seu tio. A jovem almoçaria com a tia, mas desistiu e foi conversar com o pai pelo computador. Depois disso, pegou os seus patins rosa e foi brincar na rua.

Publicidade

Rosana contou que chegou em sua residência aproximadamente às 17h30, porém percebeu a ausência da menina uma hora depois. Foi quando começou uma busca incessante pelo paradeiro da estudante.

Publicidade
Publicidade
Publicidade