in

Flamengo encerra dívida de negociação frustrada com jogador

Uma negociação feita pelo time carioca Flamengo, que foi um tanto frustrada e com pouquíssimo retorno, está prestes a chegar ao fim. Após contrarIiar as expectativas e o clube ter acabado tendo um prejuízo financeiro, a diretoria rubro-negra acabou parcelando a dívida do débito que é de R$ 20 milhões em acordo pela contratação realizada no fim de 2014.

Publicidade

Uma porcentagem desta dívida já foi paga junto ao fundo Doyen, que é parceiro do clube no investimento, as demais parcelas serão pagas até o fim de 2018.

Segundo informações do site Globo Esporte, a negociação foi longa e o Mengão teve que antecipar créditos para posteriormente repor o 'buraco' com valores da venda de Felipe Vizeu, porém precisava ser analisado pelo Conselho Deliberativo.

Publicidade

Ainda segundo o site, houve discordâncias e a diretoria acabou desistindo da operação naquele formato. 

Publicidade

Em 2014, quando contratou Marcelo Cirino, o Flamengo assinou um acordo com o fundo de investimento e se propôs a pagar 3,5 milhões de euros e mais 10 % de juros ao ano, caso a investidora Doyen não conseguisse recuperar o investimento até a data limite de 31 de dezembro de 2017, ou seja, para o caso do jogador não ser vendido. O que realmente não aconteceu.

Publicidade

No fluxo de caixa do Mengão estava previsto no orçamento de 2018, verbas oriundas de direitos autorias de transmissão, recursos da venda do atacante Hernane, que teve sua negociação realizada em 2014 (com o clube sendo pago somente no fim de maio), o valor obtido pela venda de Everton ao São Paulo e a última parcela do Real Madrid por Vinicius Junior, que estava previsto para ser quitado na saída do atacante, no meio deste ano.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade