in

Jogador do Vasco não pode parar durante a Copa do Mundo; o motivo é válido

Com os jogos do Brasileirão em pausa devido a realização da Copa do Mundo, os atletas dos times brasileiros estão de folga, contando com total liberdade para assistirem aos jogos, principalmente os da Seleção Brasileira, aproveitando os momentos que se reúnem em frente a TV, para celebrarem entre familiares e amigos.

Publicidade

Com jogo já marcado para o dia 16 de julho contra o Bahia, na Copa do Brasil, o time do Vasco agora deve buscar por aprimorar seus atletas através dos treinamentos e já conta com um agendado para o dia 25 de junho, segunda-feira. Vale lembrar que o Bahia foi o vitorioso do jogo de ida, realizado em Fonte Nova, no qual o resultado foi 3×0.

Durante a partida contra o Paraná, o zagueiro Werley, do Vasco, fraturou o braço esquerdo e está utilizando todo o seu tempo de folga no Brasileirão para correr atrás da sua recuperação. Em busca de uma recuperação rápida e eficaz, Werley está se esforçando para que, além de se recuperar, possa aproveitar os momentos de folga com familiares e amigos, curtindo os jogos da Copa do Mundo muito bem acompanhado.

Publicidade

O atleta mantém o foco na sua melhora e já projeta um tempo estimado para seu retorno em campo pelo time, que deve ocorrer por volta do final do mês de agosto desse ano.

Publicidade

Triste por não poder participar dos últimos jogos próximos ao início da Copa e por se encontrar com o braço quebrado logo em um momento decisivo para sua carreira no time, Werley tem buscado dar prioridade ao seu bem estar físico e ao seu condicionamento, para que possa retornar ao time o mais rápido possível e com todo o gás, ainda bem que com a história da pausa o zagueiro não chegou a deixar o Vasco na mão por muitos jogos.

Publicidade

Em entrevista ao GloboEsporte.com, Werley declarou "Quando se está fora de combate é complicado, mas o ideal é manter a cabeça tranquila. A vontade de voltar cresce a cada dia, mas é preciso ter calma para controlar a ansiedade e não apressar as coisas de uma maneira prejudicial. Graças a Deus, tive uma boa cirurgia e minha situação está evoluindo. Com a pausa para a Copa, não irei desfalcar o Vasco em tantos jogos e logo estarei de volta 100% recuperado".

Publicidade
Publicidade