in

Lembra dos brasileiros que ofenderam as russas? Castigo deles apareceu e foi duro

Depois do vídeo que viralizou nas redes sociais, onde brasileiros que estão na Rússia para assistir a Copa do Mundo, constrangem uma russa que não fala português com frases obcenas, novas imagens começaram a pipocar nas redes sociais.

Publicidade

No novo vídeo quem aparece é Felipe Wilson, o turista aproveita que as estrangeiras  não entendem português e ensina frase na intenção de fazer piada com os amigos e constranger as mulheres. Em um trecho, ele pede para três garotas repetirem: “Eu quero dar a… para vocês“.

As imagens tem causado revolta nas redes sociais e muitos internautas estão indignados com a imagem que os brasileiros que estão assistindo a Copa do Mundo estão passando. Um internauta escreveu: “Misericórdia!!!! O q esses babacas tem no lugar do cérebro?“. Outro questionou: “Brasileiro adora passar uma imagem ruim fora do país, depois reclamam quando os europeus dizem que não suportam o povo do Brasil“.

Publicidade

Felipe Wilson foi identificado depois da represália. O jovem trabalha na Latam, no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, mas não foi localizado por nenhum jornal e também não procurou a imprensa para se explicar. A Latam soube do acontecido, disse que está apurando os fatos e Felipe vai ser demitido quando voltar ao trabalho.

Publicidade

A companhia aérea enviou uma nota dizendo que repudia  “veementemente qualquer tipo de ofensa e prática discriminatória” e reforça “que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”.

Publicidade

Internautas revoltados

Muitas pessoas públicas tem se manifestado sobre os vídeos em que brasileiros aparecem ao lado de mulheres estrangeiras falando palavras ofensivas em idiomas que elas não conhecem. O vídeo mais famoso gerou tanta polêmica que um dos homens que aparece nas imagens decidiu se pronunciar, o nome dele é Luciano Gil Mendes Coelo, ex-membro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI).

Luciano pediu desculpas pelo ocorrido e admitiu que errou. No vídeo ele aparece com outros amigos, identificados como Diego Jatobá, advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca (PE); e Eduardo Nunes, tenente da Polícia Militar em Lages, Santa Catarina.

Publicidade
Publicidade
Publicidade