in

Descubra por que o Santos pode perder novas joias do sub-17

Consta que a categoria do sub-17 pertencente ao Santos não passa por um momento bom, uma vez que além de ter sido eliminado na primeira fase do Mundial que ocorreu na Espanha, o clube também passa por dificuldades para concretizar o primeiro contrato profissional com os jogadores: Cadu, Ivonei e Kaio Jorge, que são destaques no futebol.

Publicidade

Em entrevista ao GloboEsporte.com, os pais e responsáveis pelos craques afirmaram que se reuniram com a diretoria, relataram que foram pressionados para firmar o primeiro contrato.

Sabe-se que o time fez a proposta de pagar três mil reais no primeiro ano, aumentando para quatro no segundo e pagando cinco no último, não ofertaram bônus para promoções. A família dos rapazes não ofereceram contraproposta.

Publicidade

Relembrando que os atletas foram pré-convocados para participar do jogo na Espanha, entretanto a existência de recusa no contrato impede que os jogadores viajem para a Europa com finalidade de jogar pelo time.

Publicidade

Em março os jovens não participaram de jogos em uma competição da seleção brasileira, uma vez que o clube informou que a preparação para o Mundial seria extremamente importante.

Publicidade

Na última sexta-feira os pais dos jogadores se reuniram novamente com o Santos, o objetivo da reunião seria escutar a contraproposta dos familiares para que as partes cheguem a um acordo, todavia os valores requisitados pelos pais não foram relatados.

Os atletas já receberam propostas de outros clubes do Brasil e inclusive de clubes do exterior, porém a família deixou claro o interesse pelo Santos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade