in

Santos oferece aumento, mas não convence e pode perder peça importante do elenco

Parece que a situação entre Santos e alguns dos seus jogadores não está das melhores. De olho na busca de reforços para a temporada, o Peixe pode perder uma peça importante do seu elenco por fazer uma proposta atratativa nem ao jogador, nem aos agentes.

Publicidade

O presidente José Carlos Peres, já avisou aos torcedores que vai buscar cinco nomes, no mínimo, para ajudar e incorpar o elenco que está a disposição do técnico Jair Ventura. Hoje, o grupo enxuto é de 29 atletas.

Léo Cittadini está esperando uma negociação com o Santos há algum tempo. O jogador queria renovar, mas os termos acertados não seriam o que ele pretendia. De acordo com informações do clube, foi oferecido cerca de R$ 150 mil por mês, mas o meia não aceitou e as conversas esfriaram.

Publicidade

A dificuldade de manter o jogador é ainda maior porque há dois clubes mexicanos interessados em fazer um pré-contrato com Cittadini. Puebla e Querétaro já falaram em brigar pelo atleta que tem contrato com o Peixe até final do ano e pode assinar um pré-contrato em julho.

Publicidade

Cittadini vai receber mais jogando no México do que no Santos. Caso o Peixe não tome a frente das negociações, o meia pode sair do clube de graça, o que seria ruim para o alvinegro praiano. Para impedir isso, o presidente do Santos já avisou que se ele recusar a fechar a renovação, não irá mais a campo.

Publicidade

O objetivo da pressão de José Carlos Peres é não deixar que Léo Cittadini saia do Santos da mesma maneira que Lucas Lima. Na época, Lucas foi para o Palmeiras após encerrar seu contrato com o clube que o revelou.

"Não temos novidades sobre o Léo Cittadini. Tínhamos dado prazo para resolver o problema, fizemos proposta (de renovação) muito boa. Se não quiser fechar contrato, não vai jogar. Não vamos jogar com quem tem contrato para terminar em seis meses. Não é castigo, é questão de ordem. Não pode acontecer o que aconteceu com Lucas Lima, jogando sem cabeça e foi embora. E o clube perdeu uma grana grande", finalizou o presidente.

Publicidade
Publicidade