in

Advogado afirma que Vitória Gabrielly morreu no dia em que sumiu

O caso da menina Vitória Gabrielly continua causando polêmica e o país inteiro quer saber quem são os culpados e por que eles cometeram um crime tão bárbaro. De acordo com o advogado da família, Roberto Guastelli, a menina estava morta há cerca de 7 ou 8 dias, quando o corpo foi encontrado em uma estrada rural, o que leva a crer que ela foi assassinada algumas horas depois, após o sequestro.

Publicidade

Ainda segundo Guastelli, o crime foi cometido por vingança, por causa dos sinais de corda nas mãos e pernas da menina, porém, a polícia não quis confirmar esta hipótese e segue investigando o caso, inclusive está examinando as duas impressões encontradas nos patins, que estavam ao lado do corpo da vítima.

O que o advogado da família tenta descobrir agora é qual teria sido a vingança que motivou tamanha crueldade, mas pode ser também que os assassinos a tenham confundido com outra criança. A polícia está aguardando o laudo do IML para ver se consegue alguma nova pista.

Publicidade

Nenhum vestígio de abuso sexual foi encontrado no corpo de Vitória e a família não recebeu pedido de resgate, por isto o advogado acredita que ela foi morta por vingança, ou acabou sendo confundida.

Publicidade

O corpo de Vitória foi encontrado no início da tarde deste último sábado (16), em um local conhecido como Estrada e Aparecidinha, que fica no bairro Caxambu. Ao lado do corpo estava os patins da menina e ela estava com a mesma roupa que foi vista pela última vez.

Publicidade

Os pais de Vitória serão ouvidos novamente, pois a polícia tenta descobrir se eles tinham problemas com alguém, que possa ter resultado neste crime. No primeiro depoimento, eles informaram que não tinham desavença com ninguém, mas a polícia acredita que um segundo depoimento é importante, pois poderá trazer alguma informação nova para o caso.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade