in

Nova pista acelera investigação e pode desvendar quem matou Vitória Gabrielly

O caso Vitória Gabrielly parou o Brasil. Não há um lugar em que as pessoas não estejam assustadas, aterrorizadas ou lamentando o sequestro que terminou em morte violenta em São Paulo. Vitória Gabrielly tinha apenas 12 anos e foi encontrada morta com sinais de tortura e agressão 8 dias após seu desaparecimento.

Publicidade

Entre todas as dúvidas sobre o caso, algumas coisas já estão fazendo a polícia acreditar que quem assassinou a menina a sangue frio era alguém conhecido. Um dos indícios é o fato dela ter sido avisada pela mãe um dia antes de desaparecer. Rosana Guimarães falou para filha correr ou pedir ajuda se fosse abordada por estranhos e acredita que ela teria feito isso se não conhecesse a pessoa que a levou.

Enterro, comoção e ausência da mãe

O enterro da menina foi repleto de choro e comoção, cerca de 2 mil pessoas acompanharam a despedida e lamentaram muito o desfecho de mais um caso violento no Brasil. O que mais chamou atenção foi o fato da mãe não participar da cerimônia.

Publicidade

Rosana não conseguiu ir ao enterro, passou muito mal e estava em estado de choque. Ela ainda não conseguiu lidar com a perda precoce da filha de apenas 12 anos, ainda mais sabendo que pessoas próximas podem estar envolvidas.

Publicidade

Novas pistas 

Tudo neste caso interessa a polícia e os investigadores responsáveis. Como a investigação corre em sigilo a imprensa não teve acesso aos novos materiais, mas sabe-se que a polícia está analisando novas imagens de uma câmera que pode esclarecer o que houve no trajeto feito pela menina e refazer o percurso a partir da perspectiva dela.

Publicidade

A polícia também conseguiu extrair digitais no patins usado por Vitória Gabrielly e que foi deixado ao lado do corpo da menina no meio do mato. O casal suspeito que havia sido liberado por falta de provas, voltou à delegacia para a polícia colher as digitais e confrontar com as marcas encontradas nos patins.

Publicidade
Publicidade
Publicidade