in

Santos: bastidores da venda do atacante de 17 anos ao clube merengue

Não é novidade que o Santos tem uma briga com o Barcelona nos bastidores desde a transferência de Neymar, em 2013. O Barça era um dos interessados em contratar Rodrygo, mas levou um chapéu do rival Real Madrid.

Publicidade

Durante o anúncio oficial da venda do atacante de 17 anos ao clube merengue, o presidente José Carlos Peres revelou um "gostinho" de não ter fechado com os catalães.

Antes do desfecho com o Real Madrid pela venda de Rodrygo, o presidente santista havia afirmado que não negociaria o Menino da Vila com o Barça enquanto o clube catalão não pagasse uma dívida referente à compra de Neymar. O Santos foi à corte arbitral da Fifa cobrar mais de R$ 60 milhões do Barcelona.

Publicidade

Bastidores da venda de Rodrygo

Além da "birra" com o Barça, Peres revelou que a venda de Rodrygo ao Real Madrid foi encaminhada em uma cafeteria em Liverpool, na Inglaterra, quando o mandatário viajou para chefiar a delegação da seleção brasileira.

Publicidade

Na terra da Rainha, o Peixe recebeu a primeira proposta do Real, no valor de 45 milhões de euros (R$ 196 milhões). Lá, inclusive, já tinha ficado acordado que o Santos levaria 40 milhões de euros (R$ 175 milhões) na negociação.

Publicidade

– Essa transação se iniciou em Liverpool. Até então tínhamos recebido propostas dos cinco maiores clubes da Europa, rechaçamos todas por não atenderem ao mínimo pretendido. De repente, me telefonam em Liverpool e disseram para falar comigo urgente. Fomos em um cafeteria, próxima da concentração da delegação brasileira. E ali conversamos sobre os números. Foi rápido – disse Peres.

Fonte: Globo Esporte

Publicidade