in

Homem morre eletrocutado por celular carregando e autoridades alertam sobre perigo

Pouca gente sabe, mas carregar o celular na tomada por muito tempo pode ser um risco à vida e segurança dos usuários de smatphones. Morreu na madrugada de quinta para sexta-feira um jovem de 22 anos de idade após receber uma descarga elétrica vinda do carregador do aparelho que comprou. O caso aconteceu na cidade de Taubaté, em São Paulo.

Publicidade

De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, o rapaz sofreu paradas cardíacas por conta do choque elétrico e teve que ser levado até o Pronto-Socorro de Taubaté, contudo não resistiu e veio a óbito.

O nome do jovem era Lucas Jean Marsola, que foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, por volta do horário das 16h. Segundo o site G1, Lucas tinha o costume de carregar o celular por muito tempo, o que é um risco para a saúde.

Publicidade

O site informou ainda que o primeiro atendimento de Lucas aconteceu em casa. Ele mora na região central da cidade de Taubaté, mas acabou sofrendo paradas cardíacas, lutou pela vida, mas acabou morrendo.

Publicidade

Lucas teve seu corpo velado por volta das 16h30, no cemitério local, o Paineiras.

Publicidade

Perigo para a saúde

Os bombeiros alertam que é preciso tomar alguns cuidados com o aparelho celular durante seu tempo de vida. Apesar de carregá-lo ser um costume dos usuários, deixar o aparelho conectado por muito tempo causa incêndio em caso de superarquecimento.

A corporação avaliou que é preciso ter cautela ao inserir o aparelho na tomada. "Deixar carregando à noite, principalmente em camas, também pode gerar risco de acidente", disse o capitão Antônio Carlos Bernardes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade