in

Fim de história! Saiba o que aconteceu com o segurança e com o garoto impedido de comer após polêmica

Quem está de olho nas redes sociais deve ter visto ou compartilhado a história dramática envolvendo um segurança do Shopping da Bahia, o jovem Kaique e um garoto que não teve seu nome divulgado. No vídeo, o funcionário do shopping tentava impedir de maneira grosseira o garoto de comer o almoço comprado pelo cliente, Kaique Sofredine.

Publicidade

A situação que deixou as pessoas ao redor indignadas foi gravada e compartilhada por Kaique em seu perfil pessoal no Facebook. Em poucas horas o vídeo viralizou e chegou a cerca de 600 mil compartilhamentos e mais de 15 milhões de visualizações. Nas imagens, o que mais revoltou os internautas foi a maneira que o segurança trata o garoto, mesmo com Kaique tentando defender e alegando que iria pagar pelo almoço.

Publicidade

O que aconteceu com o segurança?

O segurança, que não teve seu nome divulgado, disse que estava apenas cumprindo ordens de seus superiores, mas quando um supervisor chegou no local, vendo toda a confusão, liberou o menino para comer na praça de alimentação e deixou Kaique pagar o almoço.

Publicidade

O Shopping da Bahia informou que não é este treinamento que passa para seus funcionários e em nota oficial disse que iria averiguar o que aconteceu. O segurança que se envolveu na briga com Kaique e com o garoto foi afastado, mas não demitido.

Publicidade

A diretoria do shopping informou que ele passará por uma "reabilitação" porque sua conduta não está de acordo com as praticadas pelo local. “Além disso, ele foi advertido e segue para uma nova rodada de cursos e capacitações”, explicaram em nota.

O que aconteceu com o menino?

Ainda não identificado, o garoto que foi impedido de comer pode terá oportunidade de melhorar sua vida. No vídeo, o menino está vestindo uma camisa do Vitória, clube baiano da Série A, e os dirigentes do time procuraram a família da criança para oferecer ajuda.

Ele participará, caso queira, do programa social Vitória Cidadania. Este é um convênio entre o clube e a Prefeitura de Salvador e oferece aulas gratuitas de modalidades esportivas, incluindo futebol. O projeto é para crianças de 7 a 17 anos que vivem em situação de vunerabilidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade