in

Apresentadora da TV Record revela câncer e emociona ao surgir sem peruca

O câncer é uma doença que a cada dia faz novas vítimas. Nessa terça-feira, 12, o site Notícia da TV repercutiu uma triste notícia envolvendo uma apresentadora da Record TV, que é também âncora e repórter da emissora. O mundo desabou para Heloisa Villela em agosto do ano passado. Em uma investigação médica, a correspondente da Record em Nova York descobriu que estava com câncer de mama de um tipo bastante agressivo, em estágio já adiantado.

Publicidade

Nos dias seguintes, enfrentou a pior semana de sua vida. Heloisa passou por seis sessões de quimioterapia, encerradas em dezembro, e, praticamente curada, está se submetendo a uma pesquisa científica que substitui a retirada dos nódulos linfáticos pela radiação, o que evita o linfedema, uma das consequências desagradáveis do câncer de mama. Foi em uma reportagem sobre essa pesquisa, exibida no Domingo Espetacular em 20 de maio, que Heloisa revelou a doença em rede nacional.

Desde então, ela dispensa o uso da peruca. Exibe seus cabelos grisalhos quase todos os dias no Jornal da Record. Afinal, orgulha-se de ser uma jornalista experiente, com 30 anos de carreira só nos Estados Unidos. 

Publicidade

Apresentadora lembra tempo em que cuidou de câncer

Foi horrível [a descoberta do câncer]. Imediatamente o susto é grande. Por sorte, na semana em que eu descobri, meu filho não estava em casa, estava viajando com o pai, numa colônia de férias. Não tinha ninguém em casa. Então eu chorei a semana inteira. Eu chorava e parava, parava e chorava. Você começa a pensar em tudo o que você vai passar e não sabe se vai ter uma solução, se vai morrer por causa da doença. A primeira semana é a pior possível, a pior.

Publicidade

Pra mim, o único conforto era agir, para pelo menos saber que estava lutando. Eu não sabia qual era o tipo de câncer, queria falar para os meus filhos, mas a médica me disse que iriam fazer uma análise mais aprofundada no materiaL.

Publicidade

Estou fazendo um tratamento preventivo porque o meu tipo de câncer é um tipo que tem um receptor chamado HER-2, que é uma proteína. O câncer de mama tem, em geral, três tipos: com o receptor estrogênio, progesterona e o dessa proteína. Existe também o que é triplo negativo, que não tem nenhum desses três receptores. Esse receptor é como se fosse o encaixe que a célula cancerígena tem", explicou ela. 

Veja fotos da apresentadora da Record TV:

Imagem mostra os estágios da doença que a comunicadora enfrentou:

 

 

Publicidade
Publicidade