in

Aos 30 anos, filho se recusa a sair de casa e seus pais tomam atitude drástica

Você com certeza conhece alguém que ainda mora com os pais, mesmo tendo uma idade considerada ‘avançada’. A realidade é que algumas pessoas simplesmente escolhem o conforto e segurança que a própria família é capaz de proporcionar.

Publicidade

Como consequência disso, elas simplesmente preferem ficar na casa dos pais. Claro que isso gera consequências diretas, uma vez que as pessoas geralmente buscam independência. No entanto, a história que você lerá hoje acabou terminando no tribunal, depois que um filho se negou a sair de casa.

Filho se nega a sair de casa e pais tomam atitude

Os pais de Michael, 30 anos, processaram o próprio filho por ele se negar a sair de casa. Mark e Cristina Rodolfo se viram em uma situação delicada após darem dinheiro para que seu filho pudesse morar sozinho.

Publicidade

Os pais do rapaz deram a notícia através de uma carta, pedindo pata Michael sair de casa após 14 dias. Entretanto, o que eles não esperavam é que o jovem se negaria a deixá-los, levando o caso para um tribunal.

Publicidade

Publicidade

Mesmo sua família oferecendo a quantia de U$ 1.100 para ele buscar sua independência, encontrar uma namorada e finalmente sair de casa, Michael não aceitou o acordo e, por isso, seus pais tiveram que tomar uma atitude mais severa.

Cristina perdeu a paciência e levou o caso para a Corte do Condado de Onondaga, na tentativa de expulsar o filho de casa. O juiz determinou a saída do rapaz e estipulou uma data limite.

Michael ganhou mais três meses na casa de seus pais e, após isso, precisou literalmente ‘dar um jeito’ em sua vida. Ele arrumou um trabalho e hoje leva uma vida independente, como qualquer pessoa da sua idade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade