in

Mãe tenta envenenar seu bebê e tem o pior destino da história

Este caso de violência contra criança é absurdo e abalou muita gente por sua crueldade e banalidade. Uma mãe, insatisfeita com o término do relacionamento com o companheiro tentou matar a filha do casal.

Publicidade

A mãe, Daniela Albertino, de 19 anos de idade, foi acusada e presa por tentar assassinar a própria filha como uma forma de atingir ao pai da criança. Abalada pelo fim do relacionamento com o pai da criança, Daniela resolveu se vingar da pior maneira possível, sendo esta tão cruel e descabida que abalaria para sempre as estruturas da família. Em uma atitude realmente drástica, a jovem decidiu envenenar a própria filha, colocando veneno de rato em sua mamadeira.

Felizmente, o plano desta mãe de assassinar a própria filha falhou e, graças ao pai da criança, a menina foi salva. Ao saber da cruel intenção da mãe de sua filha, o pai imediatamente pegou a criança e a levou para o hospital mais próximo, onde acionou a polícia e prestou queixa contra a ex-mulher.

Publicidade

No hospital, foi necessário que a bebê fizesse uma lavagem estomacal para que o veneno não a prejudicasse. Feito o procedimento necessário, a criança ainda ficou alguns dias em observação, afim de se evitar um mal maior. 

Publicidade

Daniela foi presa pelos policiais e encaminhada para o presídio feminino do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, na Bahia, enquanto aguarda a definição do processo jurídico movido contra ela.

Publicidade

Porém, o que Daniela não esperava é que as outras detentas ficariam sabendo do motivo pelo qual ela estava presa. Ao tomar conhecimento da atitude da mãe contra a própria filha, as demais companheiras de cela de Daniela não perdoaram e, por isso, ela sofreu diversas agressões físicas e psicológicas.

Na sua opinião, qual o tipo de punição correta a se aplicar neste caso? Deixe sua opinião nos comentários.

Publicidade
Publicidade
Publicidade