in

Flamengo negocia saída de jogador e arcará possível prejuízo

O Flamengo vem vivendo momentos de felicidades e angustias. O clube carioca vem se tornando uma das maiores potências do futebol Sul-americano, e mesmo isso sendo ótimo dentro das quatros linhas, e para o marketing e rendimento do clube, já começa a preocupar a direção e a comissão técnica da equipe rubro-negra.

Publicidade

Com o alto-rendimento da equipe, baixas por transferências se tornam inevitáveis, principalmente com a abertura da janela de transferência europeia. O clube já perdeu um jogador importante nesse ano, o craque Everton, que foi seduzido pelo São Paulo, e deixou o clube carioca. Mas algo mais preocupante vem a frente.

Saídas importantes e assedio europeu

Os jogadores do Flamengo vivem uma fase excepcional, e o atacante Vinicius júnior é um deles. Vinícius já foi negociado com o Real Madrid, e deve aceitar o convite do clube para se juntar ao elenco espanhol, agora em Julho, para o início da temporada europeia.

Publicidade

Outro jogador que está com sua saída quase confirmada, é o jogador Lucas Paquetá. Paquetá é um dos destaques do clube, e vem despertando interesse de clubes europeus. O craque vem negociando com o Milan e a Udinese, ambos da Itália, e o clube rubro-negro, espera faturar algo em torno de R$ 200 milhões de reais, com o jogador. Valor bem distante do prejuízo que o clube vai ter em liberar outro ativo do clube.

Publicidade

Dispensa e possível prejuízo

Miguel Trauco foi uma contratação de “risco” que o Flamengo se submeteu. Apesar de ser negociado assim que se destacou como um dos melhores laterais da américa do sul, o Flamengo sabia do histórico de instabilidade do jogador.

Publicidade

O lateral rubro-negro foi convocado para defender a seleção do Peru, mas não deve voltar para a Gávea, após a Copa. O mesmo já demonstrou interesse de sair do clube, e o empresário do jogador tenta leva-lo para Europa. Na época o Flamengo investiu a quantia de R$ 2,5 milhões de reais, e só aceita negocia-lo por R$ 8 milhões. Mesmo pedindo esse valor, o clube pode cede-lo sem valor algum, arcando com o prejuízo de não ter nenhum retorno. Isso porque o clube já busca a contratação de um lateral, que venha com status de titular, e precisa aliviar sua folha salarial.

Publicidade
Publicidade