in

Mãe não consegue ficar calada ao ver o que esta enfermeira faz com a sua filha todos os dias

O câncer é uma das piores doenças que se pode imaginar, principalmente quando envolve a vida de uma criança.
Shelby e Jonathan imaginavam que sua filha de dois anos de idade tinha sérias alergias, pois apresentava dificuldades respiratórias, e o médico que cuidava da pequena suspeitava que ela sofria de asma.

Publicidade

A menina ia fazer alguns exames de alergia na próxima consulta com seu médico, quando numa noite, Sophie simplesmente parou de respirar. E uma triste realidade começou assombrar seus pais Jonathan e Shelby, eles então correram para chamar uma ambulância e algum tempo depois eles já estavam a caminho de um hospital.

Publicidade

Foi aí que os médicos descobriram, que Sophie tinha algo muito pior do que asma e alergias. Ela havia desenvolvido uma doença oncológica, chamada de linfoma de células T.  Um câncer.

Publicidade

A partir daí, Sophie permaneceu meses internada no hospital fazendo quimioterapia. e apesar da sua difícil luta contra o câncer com medicamentos, ele se espalhou.

Publicidade

A quimioterapia causou vários problemas para criança e acabou afetando algumas de suas habilidades, como caminhar, conversar, usar as mãos e comer. No momento, seu pequeno corpo está se preparando para uma cirurgia com células tronco.

A mãe da menina permaneceu frequentemente ao lado da pequena no hospital. E muita das vezes esquecia de cuidar de si mesma, pois o que mais importava para essa mãe, era que sua filha ficasse curada. Os pais fizeram uma página em uma rede social  para documentar o dia a dia da luta de Sophie contra o câncer. 

A intenção dos pais com a página era de manter família e amigos atualizados sobre informações do estado de saúde da criança. A página tem o nome de Sophie The Brave e além de familiares e amigos conta com mais de 12 mil pessoas seguindo a história de Sophie.

Mães de outras crianças doentes se emocionaram com as palavras de Shelby em uma publicação na página, que teve bastante interação do público, no qual ela relata o trabalho realizado pelos enfermeiros e funcionários do hospital em que a menina está internada.

Leia as palavras escritas por Shelby em seu post de agradecimento

"Eu te observo fico o dia inteiro vendo você. É você tenta muitas vezes passar despercebida, porém sempre vejo o seu rosto triste, quando vê minha menina chorando, vejo também você tentando de todas as formas amenizar seus medos, e sempre tentando conquistá-la. Você diz me desculpe mais vezes em um dia, do que a maioria das pessoas dizem obrigado.

Eu vejo tantas pulseiras de borracha enroladas em seu  punho. e em volta de seu estetoscópio uma em especial para cada criança, que amou e cuidou, vejo você acarisiando a pequena cabeça careca e à cobrindo com carinho, eu vejo você incentivando as mães, que choram quando recebem notícias ruins.

Vejo quando você digita em seu computador, segurando um bebê, cujo a mãe não pode ficar ou não estar presente na enfermaria com a criança.

Você coloca totalmente de lado a sua vida, e o que está acontecendo nela, durante 12 horas. Sem parar de cuidar dos pequenos, que estão tão doente e quase morrendo, você entra em cada local com um sorriso no rosto, não importa o que está acontecendo. Mesmo quando Sophie não está em sua planilha, você vem até nós. Corre atrás do médico, do banco sangue e da farmácia quantas vezes forem necessárias para poder salvar a vida dela.  Você senta durante 10 minutos, e  me escuta desabafando e faz check-ups em mim tantas vezes quanto faz nela, mesmo que seu telefone toque, ou se sua lista de tarefas seja enorme.

Todos nós temos que agradecer, nem mil presentes ou cartões de agradecimento podem demonstrar o carinho que temos por você é o quanto você é querida, nossos filhos não iriam receber tudo que precisavam sem você. Sua ajuda salvou nossos bebês e não conseguiríamos fazer isto sem a sua presença". diz o texto de Shelby que recebeu mais de 60 mil reações e 32 mil compartilhamentos no Facebook.

Publicidade