in

Grêmio reencontra velho conhecido contra o Estudiantes pela Libertadores

O confronto entre Grêmio e Estudiantes marca o reencontro do time Tricolor com o meia Gastón Fernández, o "La Gata" Fernández, como ele é conhecido na Argentina. Contratado pela direção gremista para substituir o meia Douglas, logo após a lesão do camisa 10, o jogador teve uma passagem curta, e sem sucesso, pelo Grêmio durante a temporada de 2017.

Publicidade

Foram apenas 13 jogos disputados, nenhum gol marcado e quatro assistências. Então, sem conseguir atuar dentro dos 90 minutos em nenhum jogo, Gastón pediu para ser liberado ao Estudiantes/ARG, clube onde é ídolo e conquistou a Copa Libertadores em 2009, na final contra o Cruzeiro – que havia eliminado o Grêmio na semifinal.

Na época, o Tricolor pagou cerca de 500 mil dólares (cerca de R$ 1,5 milhão) para a Universidad de Chile contratá-lo e recebeu 350 mil dólares pela transferência ao time argentino. Desde o seu retorno ao clube, "La Gata" participou de apenas 13 jogos e marcou 1 gol.

Publicidade

Gastón Fernández, o "La Gata"

Gastón Fernández começou nas categorias de base do River Plate, aos 13 anos. Recebeu as primeiras chances no profissional na temporada 2002/2003. Naquele time, ele jogou com Costanzo, Demichelis, Astrada, Coudet, Lucho González e Cavenaghi, a estrela do time era Andrés Nicolás D'Alessandro.

Publicidade

Já nesse primeiro ano como profissional, "La Gata" foi campeão do Clausura argentino. Porém, o River Plate aceitou uma proposta de empréstimo do Racing. Depois, teve passagens por Monterrey/MÉX, San Lorenzo, Tigres/MÉX, Estudiantes (onde foi campeão da Libertadores), Portland Timbers/EUA, Universidad de Chile, chegando ao Grêmio em 2017

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade