in

De AC/DC a ZZ Top: origens e significados dos nomes de bandas e artistas do Rock

O portal Whiplash, especializado no gênero musical, criou uma lista de A a Z com as origens dos nomes das bandas e artista.

Rock

Você tem a curiosidade de saber de onde vieram os nomes de todas as bandas e artistas de Rock? O portal Whiplash, especializado no gênero musical, criou uma lista de A a Z com as origens dos nomes das bandas e artista. Confira a agora e se surpreenda!

Publicidade

1000 Homo Dj’s: a origem do nome da banda surgiu enquanto Al Jougeson e alguns amigos ouviam um remix não autorizado dos Revolting Cocks. Um comentário feito  por Jim Nash, da Wax Trax Records, que dizia que os únicos que se interessariam pela música seriam 1.000 DJ’s homossexuais acabou resultando no nome da banda.

10000 Maniacs: a banda que também usa de númeral foi inspirada no filme de terror 2000 Maniacs (Two Thousand Maniacs!), de 1964.

Publicidade

10CC: antes chamados de Hotlesgs, a banda teria chegado ao novo nome ao fazer referência a ejacucalação, que em média chega a ser de 9cc. Possivelmente, a banda teve um terceiro nome, quando chegaram a gravar um compacto para a Aplle Records.

Publicidade

24-7 Spys: segundo o site citado,  os membros da banda a originaram o nome referindo-se à procura por relação íntima 24 horas por dia, 7 dias da semana.

Publicidade

311: o número é um código policial para chamados em caso de atentado ao pudor. Um dos membros da banda foi preso aos 16 anos por nada sem roupa em um local público. Ainda sem a roupa, o rapaz foi levado algemado para a sua casa. A história agradou os demais membros e o nome ganhou a referência.

60 Ft. Dolls: um amigo disse que colecionava brinquedos da décda de 60 para o vocalista, que depois acabou sonhando com uma alienígena que fez o pedido para ele dar o nome a banda.

7 Year Bitch:  Brincadeira com o nome do filme The 7 Year Itch, um filme americano de 1955, comédia romântica baseada na peça teatral de George Axelrod.

764-Hero: placas nas estradas de Seattle instruiam o povo a delatar quem jogasse lixo nas ruas através do numero 764-HERO (ou seja 4976).

808 State: o nome homenageia a bateria eletrônica Roland TR 808.  Ela foi a primeira caixa de ritmos programável. Introduzida pela Roland Corporation no final de 1980

88 Fingers Louie: nome de um ladrão de pianos que vende um Stoneway legitimo para Fred em um dos episódios dos Flintstones.

A Certain Ratio: uma frase tirado da uma música de Brian Eno, um músico, compositor e produtor musical britânico, um dos maiores responsáveis pelo desenvolvimento da ambient music.

A&M Recorde: esse foi escolhido de forma bem simples, A&M são as iniciais dos donos da banda, (Herb) Alpert e (Jerry) Moss.

Abba: formado pelas letras iniciais dos nomes dos quatro integrantes do grupo. Agneta Faltskog, Bjorn Ulvaeus, Benny Anderson e Anni-Frid Lyngstad. A palavra em si quer dizer Papai (ou paizinho) em hebraico.

AC/DC: o nome foi criado pela irmã de Angus e Malcom Young, Margaret que teria visto a sigla em um eletrodoméstico. (AC/DC é um indicativo de corrente contínua e alternada, bivolt). Posteriomente, foi descoberto que as letras era uma gíria que designava bissexuais. As teorias de que o nome seria uma sigla para Anti-Christ/Dead-Christ (anticristo, cristo morto) são infundadas

Aerosmith: o nome Aerosmith tem um signicado próprio. Foi proposto por Joey Kramer e segundo Steven Tyler foi o único nome entre vários propostos que ninguém odiou.

Afghan Whigs: segundo Greg Dulli Rick McCollum, o nome foi roubado de um grupo branco de motoqueiros muçulmanos pacifistas da década de 60. Contudo, possivelmente trata-se de apenas uma brincadeira.

Agent Orange: eles são de Orange County, Califórnia. O Agente laranja é uma mistura de dois herbicidas: o 2,4-D e o 2,4,5-T. Foi usado como desfolhante pelo exército dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã.

Air Supply: Graham Russell sonhou que viu um letreiro luminoso de um teatro com esse nome cerca de cinco anos antes de a banda assinar seu primeiro contrato.

Alan’s Fear: a banda do Arizona queria que o amigo Alan fosse o baterista. No entanto, o rapaz teria medo de punk e acabou sendo usado para dar o nome a banda.

Alice Cooper: era o nome da banda formada por Vincent Damon Funier, que posteriormete usou o nome artisticamente. Segundo Vincent, o nome foi inspirado por uma espírito através da tábua de ouija.  Alice Cooper teria sido uma feiticeira e uma das vidas passadas do vocalista.

Alice In Chains: com a ideia inicial de os membros tocarem covers de Slayer usando vestidos, que nunca chegou acontecer, o nome é uma paódia masoquista de Alice no País das Maravilhas.

Alien Ant Farm: Terry Corso, o guitarrista da banda disse em entrevista como chegou no nome: “Um dia eu imaginei como seria legal se um bando de alienígenas tivesse criado o planeta só para ficar nos observando, como uma fazenda de formigas (ant farm), e achei a idéia legal.”

Alter Bridge: o nome é uma ponte que divide a cidade de Detroit, cidade natal de Mark Tremonti. A divisão foi mostrada na capa do disco, que mostra um lado sombrio e o outro claro. Essa referência estaria ligado a uma crítica social já que o local dividia pessoas ricas e bonitas de um lado e pobres e feios do outro.

Amboy Dukes: um livro escrito por Irving Shulman sobre uma gang de rua de 1942 no Brooklyn. Ted Nugent pertencia à banda antes de fazer carreira solo.

Android Sisters: paródia das Andrews Sisters, icônico trio feminino norte-americano formado pelas irmãs: contralto LaVerne Sophie, soprano Maxene Angelyn e mezzo-soprano Patricia Marie Andrews.

Angra: o nome foi escolhido por duas razões: por ser um nome tipicamente brasileiro (dado à “Deusa do Fogo”) e por parecer o adjetivo Angry (em inglês, raivoso).

Animals: Eric Burdon explicou a escolha do nome: “Nós eramos como uma gangue, e havia um cara no grupo chamado Animal Hogg, e ele era um ‘animal’ entre os combatentes do Vietnã. Percebemos que seria um ótimo nome pra uma banda”.

Anthrax: é o nome de um microorganismo desenvolvido para guerra bacteriológica. Ficou famoso após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, quando a banda chegou a cogitar mudar de nome.

Antietam:  nome de uma batalha durante a guerra civil americana, a Batalha de Antietam foi o primeiro grande confronto armado da Guerra de Secessão que se produziu em território da União.

Arhoolie: Hoolie é gíria para “field hollar”, trabalhadores e suas canções de trabalho cantadas nos campos. A banda pertence à Archival Records de onde saiu o “AR” antes do nome.

Army Of God: O Exercito de Deus é o nome de um grupo militante contra aborto que são suspeitos de seqüestro e de plantarem bombas pela cidade de Atlanta. A banda chocar o público em suas apresenntações.

Art Of Noise: nome de manifesto escrito pelo Italiano Luigi Russolo em 1913. Russolo inventou a máquina de fazer barulho, escreveu partituras para ela e gravou sons ambientais.

Aswad: a escolha pelo nome é bem simples, a palavra é Árabe e significa preto.

Audioslave: antes chamada de Civilian, a banda teve que alterar o nome por já haver outra com o mesmo nome. O vocalista, Chris Cornell sugeriu Audioslave e todos os membros concordaram. Contudo, o nome também pertencia a outro grupo, mas desta vez, um acordo resolveu os direitos de uso.

Autoramas: o nome da banda formada no Rio de Janeiro em 1998, é bastante sonoro refere-se a um brinquedo com carrinhos de corrida da década de 80.

Avenged Sevenfold: (vingado sete vezes, em português) é uma referência ao livro do Gênesis na Bíblia, quando Caim é sentenciado a viver em exílio por matar seu irmão. Deus o marcou e ninguém poderia matá-lo pelo seu pecado.

B. B. King: abreviatura para Blues Boy King, o B. B. em seu nome significa Blues Boy, seu pseudônimo como moderador na rádio W.

B52: nome de um penteado em formato de torre que por sua vez recebia o mesmo nome de um avião stratofortress, um bombardeiro estratégico sub-sónico de longo raio de ação, propulsionado por oito motores a jato

Baader Meinhof : é o nome de um grupo terrorista alemão, Fração do Exército Vermelho, também conhecida como Grupo Baader-Meinhof, foi uma organização guerrilheira alemã de extrema-esquerda, fundada em 1970

Babes In Toyland: nome de filme estrelado por Laurel & Hardy (O Gordo e o Magro) em 1934. Famosa dupla de comediantes e uma das equipes cômicas mais populares do cinema dos Estados Unidos, em atividade desde o cinema mudo até meados da Era de Ouro de Hollywood.

Bachman-Turner Overdrive: com o nome originalmente de Brave Belt, o nome que veio depois é de família dos membros da banda, Randy, Robby e Tim Bachman, Fred Turner e mais uma homenagem à revista de caminhoneiros Overdrive. 

Bad Company: o nome foi baseado em um filme de 1972 americano ocidental dirigido por Robert Benton, que também co-escreveu o filme com David Newman. É estrelado por Barry Brown e Jeff Bridges.

Bad English: vem do jogo de pool (variação de sinuca utilizando quinze bolas). Colocar “english” na bola é faze-la girar sobre si, para ganhar certo efeito. Segundo informação do site, eles não eram bons nesta manobra.

Badfinger: vem de Bad Finger Boogie, nome inicial para a canção A Little Help From My Friends dos Beatles. 

Bananarama: junção dos nomes de um programa infantil dos anos 60, The Banana Splits, com a música Pyjamarama, do Roxy Music. O programa tinha um grupo de bonecos e foi produzido pela Hanna-Barbera. Exibido pelo canal norte-americano NBC, entre 1968 e 1970

Band Of Susans: parodia para Band of Gypsies, um álbum ao vivo lançado por Jimi Hendrix em 1970, após a banda The Jimi Hendrix Experience terminar em junho de 1969. O susansa é porque três membros se chamam Susan.

Bangles: inicialmente, a banda se chamava Supersonibangs, nome tirado de um estilo de cabelo comum nos anos 60. Depois eles queriam The Bang para a banda, mas outro grupo já usava a frase. Por fim, o nome foi escolhido no qual, a palavra significa um ornamento para ser usado em tornozeleiras e braceletes.

Bare Naked Ladies: em busca de um nome para a banda, algum membro da banda pensou em um garoto vendo uma mulher sem roupa pela primeira vez. A  sugestão foi aceita pelos outros integrantes que a acharam legal por unir a secualidade com a inocência.

Bauhaus: incialmente chamada de Bauhaus 1919, a banda escolheu o nome baseada em uma escola de arquitetura e estilo de deseho gráfico originada em 1919.

Bay City Rollers: com os olhos vendados, os integrantes colocaram uma tachinha em um mapa que teve a cidade de Bay City maracada.

Beastie Boys: o mesmo que animalesco, o nome na verdade foi baseado na siglas da frase Boys Entering Anarchistic States Toward Internal Excellence Rapazes Entrando em um Estado Anárquico Visando a Excelência Interna

Beatles: a banda foi chamada incialmente de Quarrymen, em 1956, o mesmo nome da escola em que John, Paul e Geroge estudavam. Após se formarem e sem muita pretenção, eles esperimentaram outros nomes como Johnny & the Moondogs. No final do ano, eles resolveram conversar sobre o assunto e chegaram a nomes como Buddy Holly & the Crickets, mas acabaram sendo conquistados por beetles que significa besouros.

Bee Gees: a procúncia de BG’s, os Brother’s Gibb. Coincidentemente, duas pessoas com o nome de Bill Goode e Bil Gates teriam ajudado o quinteto australiano.

Belle & Sebastian: nome de programa infantil da televisão francesa, série de anime adaptada do romance Belle et Sébastien da autora francesa Cécile Aubry. A banda vem de Glasgow, Escócia.

Ben Folds Five: na verdade um trio formado pelo tecladista Ben Folds. Achavam que soava melhor foneticamente a palavra FIVE (cinco) ao invés de THREE (três). 

Berserkr: nome foram guerreiros nórdicos ferozes, que estão relacionado a um culto específico ao deus Odin. Guerreiros da antigüidade que se vestiam com peles de urso, comiam cogumelos alucinógenos e invadiam cidades e vilarejos com fúria psicótica.

Bettie Serveert: 

Holandês para Bettie Serve. Bettie (Stove) é uma tenista holandesa da década de 70 e faz uma referência ao “serviço” no tênis.

Big Audio Dynamite: Jane, do Sigue Sigue Sputnik, sugeriu as letras B.A.D. Foram considerados outros nomes como “Before Alien Domination” e “Black and Decker”.

Bikini Kill : Iois Maffeo e Rebecca Gates da banda Spinanes certa vez se vestiram de gorilas e se chamaram Bikini Kill. Toby Vail ligou para eles pedindo permissão para usar o nome.

Billy Idol: membro fundador da banda punk, Generation X de 1977. O nome artístico é um trocadilho com o adjetivo “idle” (vagabundo, indisciplinado) que caracterizavam o vocalista durante os anos de escola.

Biquini Cavadão: o grupo se formou no Colégio São Vicente de Paula. Tocando covers de Kid Abelha e Paralamas, receberam do amigo Herbert Vianna, a sugestão do nome do grupo. Herbert que impressionado com a juventude do grupo, que saia da adolescência, disse: “Se eu tivesse essa idade, tudo que eu queria era pensar em: mulheres, carros, biquini cavadão…”. Daí o nome. (Colaborou: Leandro Silva)

Birthday Party: nome de uma peça teatral de Harold Pinter. Nick Cave era o vocalista ainda no inicio dos anos 80.

Black Crowes: o nome original da banda era Uncle Crowe’s Garden, tirado de historia infantil.

Black Fag: paródia da banda Black Flag. “Fag” é gíria para homossexual.

Black Flag: a bandeira preta é a bandeira dos piratas. É também uma marca de inseticida. Quando Adam Ant tocou na Califórnia, membros da banda distribuiram bottons com os dizeres “Black Flag kills ants!” (Black Flag mata formigas). Ainda segundo Henry Rolins, se inspiraram no nome do Black Sabbath.

Black Metal: essa banda nórdica tirou seu nome do segundo disco do Venom de 1982.

Black Sabbath: um Sabbath Negro é uma reunião de bruxas e feiticeiras. A banda se chamava Earth e resolveu assumir o nome de uma música composta por Geezer Butler, inspirada em um suspense do novelista Denis Wheatley.

Black Uhuru: Uhuru é Swahili (língua que se fala em Uganda) para liberdade, portanto o nome quer dizer Liberdade Negra.

Black Velvet Flag: outra parodia da banda Black Flag.

Blind Guardian: segundo Hansi Kürsch: “Nós gravamos nosso debut álbum, Battalions Of Fear, mas mudamos o nome da banda durante a gravação porque percebemos que todos que compravam nossas demos nas lojas encontravam na sessão de black metal, o que não era nosso objetivo. A razão para isso era o nosso nome, Lucifer’s Heritage, que não condizia como nosso estilo de música. Então nós entramos em nosso estúdio e fizemos uma lista com nossos nomes favoritos para sugestão. Por alguns dias nós nomeamos como – devido a uma música do Metallica – Battery, mas nossos amigos mencionaram que não era uma boa idéia. Nós pegamos uma outra sugestão Raging Waters – devido à famosa música do Testament – mas nós escolhemos a minha sugestão.” Retirado do BlindGuardianWeb (www.blindguardianweb.com.br).

Blink-182:  eles queriam se chamar Blink mas já havia uma banda Irlandesa com esse nome. 182 é a quantidade de vezes que Al Pacino diz a palavra “fuck” no filme “Scarface”.

Blondie: segundo Debbie Harry: “Eu sempre fui chamada de ‘blondie’ por caminhoneiros e motoristas em geral. Eu achei que seria um nome fácil de lembrar.”

Bloodhound Gang: nome de um quadro satírico do programa televisivo “3210 Contact”.

Blue Cheer: apelido para um LSD de boa qualidade.

Blue Meanies: os vilões do desenho animado “Submarino Amarelo” dos Beatles.

Blue Moon Boys: essa banda de rockabilly vinda de Indiana homenageia a primeira banda de Elvis Presley.

Blue Oyster Cult: o nome (“Culto da Ostra Azul”) foi retirado da obra de HP Lovecraft, assim como grande parte da temática da banda.

Blues Traveler: o nome foi tirado do fantasma “Gozer the Traveler” do filme “Ghostbusters”.

Blur: a banda na verdade se chamava SEYMOUR porem uma das condições em seu primeiro contrato era de se mudar o nome para um contido em uma lista oferecida pela gravadora. Blur foi escolhido como a melhor opção.

Bob Dylan – Seu nome verdadeiro é Robert Zimmerman. Achando o nome excessivamente étnico e sendo grande admirador do poeta Dylan Thomas, ele mudou para Bob Dylan.

Bobs – Jargão do programa televisivo “Best of Breed”

Body Count – Contagem de Corpos (após uma batalha). Ice T escolheu o nome após reparar que o noticiário de fim de noite oferecia noticias sobre as guerras entre gangues de Los Angles sempre ANTES do noticiário esportivo.

Bon Jovi – Mutação do verdadeiro nome do vocalista, John Bongiovi, Jr.

Bongwater – Bong é narguilé.

Bono Vox – Latim para “boa voz”. Bonovox é também uma loja de equipamentos para audição. Seu nome verdadeiro é Paul Hewson.

Booker T. & The M.G.’S – Booker T. seria o líder da banda e M.G. quer dizer Memphis Group.

Boomtown Rats – Nome de uma gangue mencionada na canção “Bound for Glory” de Woody Guthrie.

BR5-49 – Essa banda de Nashville tirou seu nome de um numero telefônico oferecido por um vendedor de carros usados fictício, em um quadro do programa humorístico americano “Hee-Haw” dos anos 70.

Braniac – Um dos arquiinimigos do Super-homem.

Bratmobile – Brat quer dizer peste. Uma parodia com o Batmóvel.

Bread – Gíria para dinheiro. O nome anterior do grupo era Pleasure Faire.

Breeders – Gíria gay para heterossexuais.

Buckcherry – Nome de um travesti que rondava o clube onde eles tocavam.

Burzum – Significa “Mais Trevas” na língua fictícia inventada por JRR Tolkien para seu livro “O Senhor Dos Anéis”.

Bush – Alusão a “Sheperd’s Bush”, bairro em Londres.

Buzzcocks – Gíria Inglesa para vibradores.

Byrds – Antes de mudar de nome, eles se chamavam the Beefeaters e Jet Set. Segundo o baterista Michael Clarke: “Todas as bandas que estavam no topo tinham em suas iniciais a letra B, como Beach Boys e Beatles. Nós escolhemos The Birds, com Y”.

Cabaret Voltaire – Nome de um Café/Espaço Cultural famoso em Zurich.

Cafe Tacuba – Essa banda vinda dos subúrbios da Cidade do México e tirou seu nome de um restaurante no centro da capital mexicana, aberto desde o início do Século XX.

Calvary – Significa calvário, local perto de Jerusalém onde Cristo foi crucificado.

Capital Inicial – Antes do Capital existir, seus integrantes tocavam por pura diversão em bandas brasilienses, levando seu som, com influências punk, aos bares e praças da cidade, barbarizando a Capital Federal. Mas, engana-se quem pensa que o nome da banda tem a ver com Brasília. Eles não tinham mesmo a grana para começar; não tinham o capital inicial. (Colaborou: Leandro Silva)

Captain Beefheart – Seu nome verdadeiro é Don Van Vliet. O nome Beefheart é uma alusão a seu tio Alan que gostava de apertar a “cabeça” do pênis até ele ficar roxo para em seguida mostrá-lo à então namorada de Vliet exclamando, “Que beleza! Parece um grande beef heart” (coração carnudo).

Carpenters – É o sobrenome dos irmãos Richard Carpenter e Karen Carpenter.

Cassandra Complex – Referente a mitologia grega. Cassandra tem o dom da profecia e a maldição de ninguém acreditar nela.

CBGB’s – Templo Nova Yorquino para o new wave, punk e thrash. O nome completo do lugar é CBGB and OMFUG, lendo “Country, Bluegrass, Blues and Other Music For Uplifting Gormandizers”.

Ces Jacuzzi And The Slumlords – Nome de conjunto habitacional em Los Angeles onde seus membros moravam.

Cheap Trick – Nome tirado usando uma tábua Ouija. Essa tábua supostamente faz um elo entre os vivos e os mortos. Muito como o jogo do copo aqui no Brasil.

Cheetah Chrome Motherfuckers – Inspirado em Cheetah Chrome dos Dead Boys.

Chemical Brothers – Originalmente chamado de the Dust Brothers em homenagem aos produtores americanos até estes descobrirem e obrigá-los a mudar de nome. Mudaram para Chemical Brothers fazendo alusão a uma música do repertório, Chemical Beat.

Cherry Poppin Daddies – Originalmente uma banda punk chamada Jazz Greats. Eles tinham uma música chamada “Cherry Poppin Daddy Strut” inspirado em um tema jazz. Enquanto bêbados achavam que a banda não duraria mais do que um show e portanto o nome ficaria bem.

Chicago – O primeiro disco ainda saiu com o nome original da banda, Chicago Transit Authority, porem a prefeitura da cidade de Chicago os processou. Chicago Transit Authority é o nome do departamento de transportes público da cidade.

Chubby Checker – O nome foi escolhido para fazer frente a Fats Domino.

Chumbawamba – Em um sonho, membro da banda queria ir ao banheiro mas nas portas do recinto, ao invés de Homens e Mulheres estava escrito Chumba e Wamba.

Cinderella – Nome escolhido pela falta de conotação heavy metal.

Clash – Tirado de manchete do jornal “A Clash With Police”. Paul Simmon teve a idéia e todos concordaram.

CMX – Significa Cloaca MaXima, sistema principal de esgoto de Roma antiga. A banda é Finlandesa e por vezes associam o nome a CliMaX.

Cock Robin – Do filme da Disney “Who Killed Cock Robin?”

Cocteau Twins – Tirado de uma canção dos Simple Minds sobre gêmeas que falam uma língua que elas próprios criaram.

Collective Soul – Uma frase de “The Fountainhead”, de Ayn Rand.

Commodores – Antiga patente da marinha americana hoje substituído por Commodore Admiral. O nome foi escolhido ao acaso.

Comsat Angels – Significa communications satellite (satélite de comunicação). Nos Estados Unidos, tiveram que usar o nome CS Angels, para evitar complicações legais.

Concrete Blonde – sugestão de Michael Stipe do REM.

Counting Crows – Tirado de um verso premonitório inglês: “…if you hang on to the flimsyness of anything, you might as well be standing there, counting crows…” (Se você se dependurar na flacidez de um objeto, você estaria melhor contando corvos).

Coven – É um congresso de bruxas.

CPM22 – Segundo o guitarrista Luciano Garcia: “CPM22 é a nossa caixa postal. No início, o nome da banda era só CPM. Daí os caras abriram uma caixa postal que, por coincidência, era de número 1022. Quando olharam, caralho, era Caixa Postal Mil e, se você colocar duas vezes o número dois, fica CPM22. O Wally sempre disse que queria que o nome do grupo não fosse algo que já existe. Queria um nome que, quando o pessoal ouvisse, lembrasse só da banda. Aí funcionou, porque CPM22 é bem a cara da gente.”

Crack The Sky – Rachadura No Céu. Durante uma tempestade de chuva, eles repararam uma rachadura no céu.

Cracker – Termo chulo para gente de pele branca.

Cramps – Cãimbras ou cólicas. Segundo Ivy: “É uma reação física involutária. É algo que a sua mente não pode controlar. Na França, o nome significa um distúrbio sexual masculino”.

Cranberries – O nome original era Cranberry Saw Us, mutação de Cranberry Sauce (molho da fruta cranberry). Quando Dolores O’Riordan se juntou ao grupo ela sugeriu encurtar para The Cranberries.

Crash Test Dummies – Bonecos usados em testes de colisão. (Glam Hard 80)

Crash Worship – Frase cunhada por Evil Knievel, famoso por desafiar a morte com sua motocicleta, para definir pessoas que adoram ser desafiadores como ele.

Crass – Significa grosseiro ou de mau gosto. Essa é a opinião que eles tem dos governos e culturas ao redor. A letra A é estilizada como o sinal utilizado para representar anarquia. O nome também é usado como acrônimo para Creative Recordings And Sound Services.

Cream – O nome foi sugerido por Eric Clapton que costumava afirmar sobre a banda: “we are the cream” (nós somos a nata).

Creed – O nome da família em Pet Sematary de Stephen King.

Creedence Clearwater Revival – Segundo o baterista Doug Clifford: “Nós tínhamos o nome de Golliwogs, um nome que havia sido imposto por nosso empresário. Nós conhecíamos um cara chamado Credence Newball e nós gostamos do nome, mas chegamos a conclusão de que se nós usássemos o nome dele, ele iria nos processar. Então, não funcionou. Mas nós gostamos da idéia de “credence” (crença), por significar verdade e justiça, algo que nós como idealistas na época, nos identificávamos muito. A gente acrescentou a letra E no Credence para ficar totalmente diferente. “Clearwater” veio de um comercial da cerveja Olympia, que mostrava uma imagem de ventos indo e vindo, algo que possuía uma certa compatibilidade com o nosso ideal de “rumos abertos”. “Revival” era o renascimento de nós mesmos, nós não faríamos mais o que nosso empresário mandasse, ou coisas que não gostaríamos de fazer”.

Cult – O nome veio de uma manchete que Ian Astbury leu num jornal. Inicialmente se chamavam Southern Death Cult, depois Death Cult e finalmente apenas The Cult.

Cure – Originalmente, The Easy Cure (A Cura Fácil).

Current 93 – Um termo muito usado por Alester Crowley. Para saber mais sobre este homem, favor verificar reportagem sobre ocultismo no rock.

D.I. – “Damned Immature”.

D.R.I. – “Dirty Rotten Imbeciles” (Imbecis Sujos e Trapaceiros).

Dada – Nome de um movimento artístico.

Damned – O nome original da banda era The Doomed, nome inspirado no cantor Dave Vanian, um coveiro que também fazia performances vestido de vampiro.

Danzig – O nome da banda veio do sobrenome do vocalista, Glenn Danzig.

Dash Rip Rock – Essa banda de Louisiana tirou seu nome de um personagem eventual do programa de TV “The Beverly Hillbillies”.

Dave Matthews Band – Eram “Dave Matthews and his band” enquanto não achavam um nome melhor. Uma noite alguém anunciou erroneamente The Dave Matthews Band e foram deixando. Depois com a popularidade, ficou difícil mudar.

David Bowie – Bowie é um tipo de canivete. Seu nome verdadeiro é David Jones. Ele mudou o nome em 1966 para não ser confundido com Davy Jones dos Monkees.

Day-Glo Abortions – Eles eram chamados de Sick Fucks até descobrirem outra banda com o mesmo nome. Seu empresário lhes deu um engradado de tinta spray da marca “Day-Glo” para promoverem o próximo show. Decidiram então se chamarem de Day-Glo mais a palavra mais utilizada no jornal na manhã seguinte. Dia seguinte o jornal apresentava uma gigantesca história sobre um proeminente médico pego operando abortos.

Dead Can Dance – Inpirado no conceito de se fazer “animado do inanimado”, assim como fazendo música viva da madeira morta dos instrumentos.

Dead Kennedys – Kennedys mortos era uma alusão aos assassinatos do presidente John Fitzgerald Kennedy e seu irmão senador Robert Fitzgerald Kennedy. Uma citação famosa de East Bay Ray (guitarrista) sobre este assunto: “Um Show dos Dead Kennedys no dia 22 de novembro, aniversário da morte de John Kennedy, não seria de mau gosto? Claro! Mas os assassinatos também não são de mau gosto?”

Death In June – Refere-se a quando Hitler mandou matar Ernest Roehm. Roehm era um dos seus apoiadores mais antigo, porem Hitler irritara-se com sua homossexualidade.

Deep Blue Something – O nome original era Leper Messiah, porém atraiam um publico heavy metal. Então pensaram em mudar para algo profundamente azul e nunca decidiram o que seria.

Deep Purple – A avó do Ritchie Blackmore gostava da música “Deep Purple” de Bing Crosby.

Def Leppard – Inspirado em um desenho que Joe Elliot fez de um leopardo sem ouvidos. Um leopardo surdo.

Deicide – Latim para deicida (o que ou quem mata deus).

Depeche Mode – Segundo o vocalista David Gahan: “Nós estávamos com alguns shows programados para o verão de 1980 mas não tínhamos um nome ainda. Eu estava cursando faculdade de moda e sempre vasculhava as revistas especializadas em busca de um nome. Uma dessa revistas era uma publicação francesa chamada ‘Dépechê Mode’ que significava ‘moda rápida’, e quando eu mostrei a revista pros outros integrantes, eles toparam na hora.” (Colaborou: Anamaria de Oliveira Fernandes)

Detonautas – Segundo a versão oficial retirada do site da banda: “O nome Detonautas surgiu da junção de detonadores com internautas, afinal, nos conhecemos em salas de chat da internet. Acrescentamos o Roque Clube um tempo depois, utilizando o “qu” na palavra Roque para representar a nacionalidade do grupo e o Clube para todos que quiserem fazer parte do nosso grupo sejam bem vindos.”

Devo – Remete a “de-evolution” (anti-evolução).

Die Kreuzen – Corruptela do alemão “Die Kreuze”, significando “As Cruzes”.

Die Toten Hosen – Alemão para “Calças Mortas” gíria para um preguiçoso ou ruim de cama.

Dimmu Borgir – A banda é de black metal norueguês, porém o nome está em islandês e quer dizer “castelo negro”. Existe também uma montanha na Islândia com este nome.

Dinosaur Jr. – Eles se chamaram de Dinosaur até descobrir que Robert Hunter, letrista do Grateful Dead já tinha uma banda com esse nome.

Dion And The Belmonts – Belmont é o nome de uma rua no Bronx de onde o pessoal veio.

Dire Straits – A tradução literal é “terrível restrição”, uma alusão à sua situação financeira antes do primeiro contrato.

Dire Straits – O termo “Dire Strait” é uma gíria chula, parte do vocabulário dos ingleses humildes, pobres e sempre desempregados. “I’m dire strait!” quer dizer “estou completamente duro, sem dinheiro e sem possibilidades”. (Colaborou: Kiko)

Dishwalla – Termo na Índia usada para designar pessoas que vendem pratos de satélite no mercado negro.

Djur Djura – Referente ao monte Djurdjura em Argélia, onde o rapaz nasceu.

DMX – DM é “Dark Man”. X é provavelmente uma referencia a Malcom X.

DOA – “Dead On Arrival” (“Morto Ao Chegar”). Banda punk da Califórnia.

Dokken – Baseado no sobrenome do vocalista, Don Dokken. (Glam Hard 80)

Doobie Brothers – Doobie é gíria para baseado (cigarro de maconha). O nome anterior era PUD.

Doors – Jim Morrison quando cursava a faculdade de cinema da UCLA resolveu fazer um duo musical com Dennis Jakob, que mais tarde trabalharia com Francis Ford Coppola (que por sua vez era colega de turma de Morrison), chamado “The Doors: Open and Closed (As Portas: Abertas e Fechadas)”, inspirado em versos de William Blake. A citação em questão segue assim: “If the doors of perception were cleansed, everything would appear to man as it truly is, infinite.”, “There are things that are know and things that are unknow; in between are doors.” (“Se as portas da percepção forem limpas, as coisas irão surgir como realmente são, infinitas”, “Entre as coisas conhecidas e as coisas desconhecidas existem as portas”). Uma possível fonte pode ser também o livro “As Portas da Percepção ou O Céu e o Inferno”, de autoria de Adoulx Huxley (autor do famoso “Admirável Mundo Novo”), onde ele relata suas experiências com a mescalina (tal substância, semelhante ao peiote e ao LSD, produz um efeito alucinógeno tão forte que as reações da pessoa oscilam rapidamente entre paz ou terror espiritual, daí o sub-título “Céu e Inferno). Este livro era muito lido e comentado nos anos 60 e certamente influenciou Morrisson na escolha do nome: The Doors. Mais tarde quando Jim conheceu Ray Manzarek sugeriu o nome The Doors (As Portas). (Colaborou: Maurício Antunes Ariede)

Doppelganger – Inspirado em um disco do Curve. A palavra em alemão pode ser traduzido como “alter-ego”.

Dorsal Atlântica – Procurando um nome, os integrantes abriram uma enciclopédia e entre outros acharam este. (Colaborou: Claudinei)

Dr. Dre – Inspirado no jogador de basquete Dr. Jay.

Drain STH – A banda se chamava Drain até descobrir outro Drain nos Estados Unidos. STH significa “Stockholm International Airport”.

Dream Syndicate – Homenagem ao grupo avant garde do mesmo nome ao qual pertenciam Lamonte Young e John Cale.

Dream Theater – Originalmente chamados de Majesty, mudaram o nome para o de um teatro na vizinhança em Los Angles.

Duran Duran – Vilão do filme “Barbarella” estrelado por Jane Fonda.

Durutti Column – Brigada da Guerra Civil Espanhola liderados pelo anarquista libertador Buenaventura Durruti.

Eagles – Influenciado pelos Byrds e querendo um nome bem americano, Bernie Leadon conta: “Bem, nós todos queríamos um nome que fosse curto e conciso, que invocasse uma imagem. Nós achávamos que o nome seria muito importante. Todos estavam lendo Castaneda naquela época e queríamos um nome que tivesse alguma conotação mitológica. Frey queria um nome que pudesse servir para uma gangue de rua de Detroit e Henley estava envolvido com coisas indígenas. Todo mundo queria um nome simples e forte.”

Echo And The Bunnymen – Echo é a marca da bateria eletrônica utilizada nas primeiras demos.

Ed Gein’s Car – Ed Gein foi um serial killer/cannibal que foi pego nos anos 50. Seu carro foi exposto como curiosidade por alguns anos na Feira do Estado de Wisconsin, onde Gein tinha sua fazenda.

Einsturzende Neubauten – Pode ser traduzido como “Prédios Novos Desmoronando”.

Electric Hellfire Club – “Hellfire Clubs” geralmente são clubes sociais decadentes cuja função dos seus membros é de se divertirem e escandalizarem os demais. Existiram vários pela historia afora.

Elton John – Tirado dos músicos Elton Dean and John Baldry. Seu nome verdadeiro é Reginald Dwight.

Elvis Costello – Sua bisavó realmente se chamava Costello e seu pai já usava o nome artístico Day Costello. A família na verdade se chamava MacManus.

Elvis Hitler – Mesmo princípio de Marilyn Manson, ou seja, combinar dois nomes famosos, com reputações distintas, para criar o choque.

Elvéz – Ele se auto intitula o Elvis mexicano. Ele rouba suas músicas, muda as letras para tópicos latinos, se veste como Elvis, etc. Dizem que ele é muito divertido ao vivo.

EMF – Acrônimo para “Epsom Mad Funkers”. O boato de que significaria “Ectasy Mother Fuckers” é incorreto.

Engelbert Humperdinck – Ele tirou seu nome artístico do compositor de “Hansel and Gretel”.

Engenheiros do Hawaii – Tudo começou em 1984 na Faculdade de Arquitetura em Porto Alegre, onde o grupo estudava. Existia uma rixa entre o pessoal de arquitetura e engenharia. Os estudantes se envolviam em rixas curriculares, filosóficas, estilos de vidas, etc. Enfim, o pessoal da arquitetura inventou um apelido para acabar com os inimigos. “Todo estudante de arquitetura é meio arrogante, acha que os engenheiros estão abaixo. Tinha um pessoal na engenharia que usava aquelas roupas de surfista, e, para irritá-los, nós fazíamos questão de chamá-los de ‘engenheiros’ e, mais do que isso, ‘engenheiros do hawaii’, que é um paraíso meio kitsch”. Na época, havia uma explosão de bandas punk, todas com nomes heróicos entre elas: Cavaleiros do apocalipse, Virgens Nucleares, Titãs, etc. Disse Humberto: “Sempre me assustou essa coisa heróica da música pop, porque te leva a ser meio semideus. Engenheiros do Hawaii era um nome desmistificador, ninguém nos levaria muito a sério. É um nome que até hoje nos protege de nos encararem como sacerdotes”. (Colaborou: Leandro Silva)

EPMD – Acrônimo para “Eric and Parish Making Dollars” (Eric e os Criadores de Bonecas da Paroquia).

Epperley – Eles eram The Bugs até terem problemas com direitos autorais. Epperley é o nome da família de um amigo cujo pai é um compositor clássico.

Eppu Normaali – Banda Finlandesa cujo nome é tirado de uma cena do filme Jovem Frankenstein. No filme, Igor rouba um cérebro guardado em um vidro para a criatura de Frankenstein. O rótulo dizia “anormal” embora Igor tenha interpretado como Abbey Normal. “Eppu Normaali” é Abbey Normal em finlandês.

Ernie’s Rubber Duckie – Inspirado no patinho de borracha do Enio, personagem do Vila Sésamo.

Eurythmics – Sistema de instruções musicais criadas em 1890 que dá ênfase a respostas físicas.

Eve 6 – Inspirado em episódio do programa X-Files em que apresentam 10 clones de uma garota chamada Eva. A sexta é uma louca psicopata, daí Eva-6.

Eve’s Plumb – Inspirado em Eve Plumb, atriz que fazia o papel de Jan no seriado dos anos 70, “The Brady Bunch”.

Everclear – Marca de álcool.

Everything But The Girl – Traduz-se como “Tudo Menos A Garota”. Loja de roupa inglesa anuncia que tudo na loja está à venda menos a vendedora.

Exploited – Explorado.

Extreme – Inicialmente chamado de Dream até descobrir outra banda com esse nome. Enquanto imaginavam algo em torno de ex-Dream chegaram a Extreme. Segundo o baterista Paul Geary: “O nome do nosso grupo tem muito a ver com o nosso som. De Prince a Led Zeppelin, nós tínhamos uma ampla gama de influências”.

Eyeless In Gaza – Nome de um romance de Aldous Huxley. Também existe a historia de Sansão que foi capturado e cegado em Gaza.

Faith No More – Fé Nunca Mais. O nome anterior era Sharp Young Men, que depois mudou para Faith No Man quando seu crooner era Mike “The Man” Morris. Quando Morris saiu em 1982, evoluíram para Faith No More.

Falco – Homenagem ao saltador de ski da antiga Alemanha-Oriental, Falko Weissflogg.

Fall – “A Queda”, um romance de Albert Camus.

Fanny – Nome simpático para “bunda”. As capas dos seus discos geralmente acentuam esta parte da anatomia feminina.

Fastball – Nome de filme pornô.

Faster Pussycat – Nome de um filme de Russ Meyer, “Faster Pussycat! Kill! Kill!”

Fat Tuesday – Terça-feira gorda, véspera de Quartas de Cinza e último dia de carnaval.

Fields Of The Nephilim – Um inferno mitológico. (Não são todos?)

Fig Dish – Corruptela da frase alemã “fich dich”, que basicamente quer dizer “vá se foder”.

Fine Young Cannibals – Inspirado no filme “All The Fine Young Cannibals” de 1960, estrelado por Nathalie Wood e Robert Wagner.

Flaming Lips – Bala de peppermint (uma menta ligeiramente apimentada) que vêm em formato de lábios.

Fleetwood Mac – Junção ligeiramente alterada dos nomes de Mick Fleetwood e John McVie, membros originais da banda.

Flipper – Tirado do programa televisivo do mesmo nome, muito popular nos anos sessenta. Flipper é um golfinho.

Foo Fighters – Gíria originada durante a Segunda Guerra Mundial significando UFO’s (OVNI’s). A palavra Foo é uma corruptela do francês “feu” significando “fogo” ou “fou”, significando “insano”. Dizem que tudo começou quando um grupo de pilotos da aeronáutica tentaram atirar em possíveis UFO’s.

Fudge Tunnel – Gíria para o canal anal.

Fugazi – Gíria originada na Segunda Guerra Mundial pelo exercito italiano significando “fodido”. O termo voltou a ser utilizado durante a Guerra do Vietnã pelo exercito americano.

Fugees – Três membros da banda tem pais que imigraram para os Estados Unidos como refugiados (refugees).

Fugs – Tirado do livro “The Naked and the Dead” de Norman Mailer. Quando o livro foi editado nos Estados Unidos, a palavra fuck foi substituído em todo o texto pela palavra fug.

Galaxie 500 – Carro da década de sessenta.

Gang Of Four – Grupo de líderes chinês à moda antiga que acabaram todos mortos ou na prisão.

Gary Numan – Seu nome é Gary Webb. Ele tirou o Numan das paginas amarelas.

Geggy Tah – O membro Greg Kurstin tem uma irmã caçula que o chamava de Geggy. Outro membro, Tommy Jordan, também tem uma irmã menor que o chamava de Tah. Mais tarde descobrem que o nome significa agradecimentos de boca em escocês.

Genesis – O primeiro livro da bíblia. O nome é parte do título do primeiro disco da banda, “From Genesis to Revelation” sugerido pelo primeiro empresário, Jonathan King.

George Clinton And The P-Funk All Stars – A combinações dos nomes das duas primeiras bandas de Clinton, Parliament e Funkadelic.

Godsmack – Inspirado em uma música do Alice In Chains.

Godsnatas – O guitarrista da banda achou a palavra no livro “A Divina Comedia” de Dante. Mais tarde alguém reparou que a palavra em inglês é “Cão de Satã” ao contrario. Então Dante usava backmasking. E aqueles evangelistas achando que Led Zeppelin tinha começado a onda. Tolinhos.

Golden Earring – Inspirado no filme “Golden Earrings”. Eles eram anteriormente The Tornadoes até acharem uma banda inglesa com o mesmo nome.

Goldfinger – Título de um dos mais famosos filmes de James Bond.

Golgotha – Essa banda de Black Metal tirou seu nome do Monte Golgotha onde Cristo foi crucificado.

Grand Funk Railroad – Mutação de “The Grand Trunk Railroad”, localizado em Michigan. Eles eram antes chamados de The Pack.

Grateful Dead – Morto Agradecido. Nome originado de conto folclórico da velha Inglaterra. Um viajante chega a um vilarejo onde um cadáver apodrece em público. O povo se recusa a enterrá-lo por ele morrer devendo dinheiro. O viajante paga as dividas e o enterro do homem. Seguindo viajem ele é salvo em situação misteriosa creditando ao espírito agradecido do cadáver. A banda se chamava The Warlocks até descobrir que o nome já era usado.

Great Big Sea – Nome tirado de canção folk de Newfoundland (Canadá) chamada “Great Big Sea Hove In Long Beach.”

Green Day – Trata-se de uma referência a maconha. Um dia verde é um dia em que você deixa de fazer suas obrigações para ficar fumando. Também cotado como inspiração, uma placa no filme “Soilent Verde” escrito “Green Day”. A banda se chamava Sweet Children.

Green River – Essa banda de Seattle homenageia o Assasino de Green River que aterrorizou a região e nunca foi pego.

GTO’s – Girls Together Outrageously. Frank Zappa produziu o único álbum dessa banda composta de groupies do final da década de 60.

Guns N’Roses – Tirado dos nomes de Tracii Guns e Axl Rose ou de suas respectivas bandas, LA Guns e Hollywood Roses.

Guttermouth – Traduz Boca de Esgoto. refere-se a quem fala muito palavrão.

GWAR – O membro Jerry Springer explica que foram inspirados pelo barulho que os monstros de filmes B fazem.

Happy Mondays – Antítese para “Blue Monday” do New Order.

Harry Crews – Homenagem ao autor beatnick Harry Crew. A banda conta com Kim Gordon do Sonic Youth.

Havana Black – É o nome de uma tribo indígena norte-americana. Originalmente se chamava Havana Blacks, mas teve que retirar o “s” por atritos com a famosa marca de charutos cubanos. (Glam Hard 80)

Heathen World – Inspirado no álbum do “Throbbing Gristle” do mesmo nome.

Heaven 17 – Nome tirado de uma banda fictícia mencionada no filme “Laranja Mecanica”.

Heavy Metal – Termo criado pelo autor beatnick William Burroughs nos anos sessenta sem nenhuma relação a música. Steppenwolf em “Born to be Wild” é o primeiro a usá-lo, “Heavy Metal Thunder”, referindo-se ao barulho alto do motor das motorcicletas.

Hedningarna – “Os Pagãos” em suéco.

Heldon – Banda experimental francêsa. O nome foi tirado do livro “Iron Dream” de Norman Spinrad. O livro sugere ter sido escrito por um Hitler de um mundo paralelo que se uniu a fãs de ficção científica ao invés de exércitos.

Helios Creed – Helios foi um deus do sol. O Colosso de Rodan, uma das sete maravilhas do mundo antigo, é uma estátua de Helios.

Helloween – Trocadilho com hell (inferno) e halloween (festa americana do dia das bruxas).

Helmet – Inicialmente eles se chamavam “Purple Helmet” (Capacete Roxo), depois resolveram amainar a referencia ao pênis. O nome foi sugestão de um amiga de Page Hamilton: “Ela era fascinada por tudo que era alemão. Especialmente pelo fato de eu ter morado um tempo na Alemanha.”

Her Majesty’s Secret Cervix – Essa banda da Carolina do Norte faz um trocadilho com o filme de James Bond, “Her Majesty’s Secret Service”.

Hole – Frase da mãe de Courtney, “Você não pode seguir com um buraco (hole) na cabeça só porque teve uma infância ruim”.

Hollenthon – Pequena vila no país da banda, a Áustria. (Colaborou: Leandro Testa)

Honeymoon Killers – Essa banda de Nova York tirou seu nome do título de um filme noir de 1970 .

Hootie And The Blowfish – O membro Darius Rucker homenageia dois ex-colegas de escola. Um apelidado de Hootie, por lembrar uma coruja (o nome é uma alusão ao barulho que a coruja faz) e o outro gordinho, apelidado de Blowfish (baiacú). Hootie também é o apelido do pianista de jazz, Jay McShann.

Horace Pinker – Vilão do filme “Shoeker”.

Hot Tuna – A banda queria se chamar “Hot Shit”, gíria que significa algo bom, “quente”. A gravadora exigiu que mudassem de nome.

Hot Water Music – Inspirado no livro de Charles Bukowski.

HP Lovecraft – Homenageia o escritor de contos de terror.

Huffamoose – Gíria canadense para sexo oral. A banda é da Filadélfia.

Huggy Bear – Nome do informante negro de “Starsky and Hutch”.

Hüsker Dü – Norueguês para “Você se lembra?”, nome de programa televisivo da Noruega onde as pessoas recordam velhas canções. O “Ü” com trema é uma letra alemã e não norueguesa.

Ice T – Trocadilho com Ice Tea (Cha Gelado). O nome na verdade é inspirado no cafetão de décadas passadas conhecido pelo nome de Iceberg Slim. Este passou a escrever livros sobre gansters no final da vida para continuar fora da prisão. Seu melhor livro se chama “Pimp” (Cafetão).

Icicle Works – Inspirado no livro de contos “The Day the Icicle Works Closed” do autor Frederick Pohl.

Iggy Pop & The Stooges – Iggy adotou este apelido em 64/65 no High School (2º Grau) por conta de ser o baterista da banda The Iguanas. Essa banda chegou a lançar um compacto em 1965. Stooges é homenagem aos Três Patetas (The Three Stooges).

Impotent Sea Snakes – Traduz-se Cobras do Mar Impotentes. Banda punk teatral de travestis. Seus shows têm fama de ser muito engraçados e possivelmente ilegais em alguns lugares.

Industrial Music – Peter Christopherson da banda Throbbing Gristle cunhou o termo que Monte Cazazza, colaborador da banda, ajudou a promover com a frase “Industrial Music for Industrial People” (Música Industrial para Pessoas Industriais). A banda começou em meados da década de setenta e existiu até 1981.

Inxs – Forma fonética para In Excess (“em excesso”).

Iron Butterfly – A banda queria um nome que simbolizasse algo pesado e bonito, daí “borboleta de ferro”. Seu maior hit é “In A Gadda Da Vida”, que na verdade se chamava “In The Garden of Eden”. Seu vocalista estava tão chapado com LSD no ensaio que só conseguia balbuciar “In A Gadda Da Vida”. Os demais membros concluíram que ficava melhor assim.

Iron Maiden – O nome “Iron Maiden” foi tomado do filme “The Man in The Iron Mask”. A “donzela de ferro” é um instrumento de tortura composto de uma caixa repleta de lanças pontiagudas em seu revestimento interior onde o condenado era trancafiado. “Donzela de Ferro” é também um dos apelidos da ex-primeira ministra inglesa Margareth Tatcher.

Irving Klaw Trio – Irving Klaw foi um fotografo dos anos cinqüenta.

It’s A Beautiful Day – “É Um Lindo Dia”; banda hippie de San Fransisco. Precisa-se dizer mais?

James – Homenageia James Joyce.

Jamiroquai – Duas versões. Jay Kay se interessa pelos indios Iroquai e quer uma banda que possa tocar “jam” (improvisando). Termo australiano para uma banda com um hit só.

Jane’s Addiction – O Vicio da Jane. Duas versões. Jane seria um ex-empresário viciado ou uma prostituta que adorava a banda quando eles ainda estavam começando. Desta forma, a banda seria o vício de Jane.

Jefferson Airplane – Jefferson homenageia Blind Lemon Jefferson, bluseiro dos anos vinte que teria sido o primeiro negro a gravar um blues (junho 1926). Airplane teria sido o nome do cachorro de um amigo. Outros dizem que Jefferson Airplane é gíria para uma marica feita de fósforo de papelão dobrado.

Jelly Roll Morton – “Jelly Roll” é gíria para o pênis. Este misto de pianista e cafetão de New Orleans foi um dos primeiros músicos de jazz na história do estilo.

Jesus Chrysler Supercar – Parodia com a rock opera “Jesus Christ Superstar”.

Jesus Jones – Quando na Espanha, repararam que eram os Jones (britânicos) cercados por pessoas com o nome de Jesus.

Jethro Tull – Foi o nome de um fazendeiro inglês que inventou uma técnica agrícola nova no século XVIII que deu origem ao arado de hoje. A banda vivia mudando de nome a cada show (Navy Blue, Bag of Blues, Ian Henderson’s Bag of Blues) até começaram a dar sorte com o nome Jethro Tull.

Jimmie’s Chicken Shack – Homenageia um restaurante do Harlem que Charlie Parker e Malcom X frequentavam.

John Cougar Concentration Camp – Paródia ao nome do roqueiro de Indiana, John Cougar Mellencamp.

Johnny Rotten – “Joãozinho Podre” ganhou seu apelido por causa dos seus dentes poderes.

Joy Division – Termo tirado do livro sado-masoquista “The House of Dolls” de Karol Cetinsky. Durante a Segunda Guerra Mundial, setor dentro de um campo de concentração nazista onde mulheres deportadas eram forçadas a se prostituírem.

Judas Priest – Sacerdotes de Judas. Nome tirado da canção “The Ballad of Frankie Lee and Judas Priest” de Bob Dylan.

Kentucky Headhunters – Os “Caçadores de Cabeças de Kentucky” tiraram seu nome de uma banda antiga de Muddy Waters no anos cinqüenta chamada Headchoppers (“Cortadores de Cabeças”).

Kill Me Kate – Frase tirado do filme “From Dusk Til Dawn”

Killdozer – História de ficção científica sobre um trator assassino escrita por Theodore Sturgeon nos anos 40. Em 1974, um filme de TV continha história similar.

King Crimson – Peter Sinfield, letrista da banda criou o nome como sinônimo para Belzebub.

King Missile – Personagem de história em quadrinhos japonês.

Kinks – “Kinky” é um termos relacionado a sexo e moda.

Kiss – Significa Beijo. O nome foi escolhido por soar perigoso e sexy. O acrônimo “Knights In Satan’s Service” (“Cavaleiros a Serviço de Satã”) foi uma inteligente e lucrativa maneira para ajudar evangelistas a colocarem o medo de Deus no homem comum.

Klf – Kopyright Liberation Front – ou seja Frente para Liberação dos Direitos Autorais, o que resume bem suas ideologia em relação a samplear outros artistas.

Publicidade