in

Cantora famosa contrata prostituta, conta detalhes e gera revolta na internet

Uma cantora postou em seu Twitter, no domingo (3), uma história que, a princípio, parecia brincadeira, mas se tornou uma grande saia justa para a artista internacional, que foi acusada de incentivar o assédio sexual.

Publicidade

A artistá é Demi Lovato, no microblog, ela contou que contratou uma garota de programa para fazer uma “brincadeira” com um de seus seguranças. A situação aconteceu em Las Vegas, nos Estados Unidos.

O segurança, identificado como Max, foi visitado por uma prostituta que entrou em seu quarto sem autorização. “Ele ficou doido”, comentou a cantora no Twitter, em tom de brincadeira, antes de ser repreendida pelos fãs.

Publicidade

Uma das internautas fez um comentário em forma de pergunta. “Por que ela pensa que assédio é uma pegadinha engraçada?”, perguntou. Muitas, direta ou indiretamente, acreditam que assédio sexual só aconteceu na relação entre homem e mulher e nunca entre mulher e homem.

Publicidade

Mas não é bem assim. Um homem também pode se sentir assediado se a mulher forçar uma situação que ele não esteja disposto a fazer. Foi o que aconteceu com o segurança de Demi Lovato.

Publicidade

Diante da repercussão negativa da história, Demi Lovato pediu desculpas “caso alguém tenha se sentido ofendido”. A cantora também afirmou que sabe o que abuso sexual e que não precisa ser educada sobre isso.

O tuíte sobre o assédio foi apagado pela artista devido à repercussão negativa. Não há informações se o segurança, identificado apenas pelo primeiro nome, Max, seja solteiro ou casado, o que tornaria a situação ainda mais complicada. Demi Lovato tem 57 milhões de seguidores no microblog.

Publicidade