in

Kiss: 10 fatos surpreendentes que você não sabe sobre a banda

É fã do Kiss, sabe tudo sobre eles? Descubra agora os 10 fatos muito loucos que você provavelmente não saiba sobre a banda e que pode te surpreender. 

Publicidade

1-  Além do relacionamento amoroso

Além de atriz e cantoria, Katey Sagal é escritora e revelou em seu livro, em 2017, detalhes do relacionamento que teve com o vocalista da banda, Gene Simmons. Antes de se tornar Peggy de Married With Children, Sagal foi backup singer durante o álbum do cantor, projeto que durou pouco tempo e foi chamado de The Band Without Name (A banda sem nome). A artista também atuou como back vocal de Etta James, Molly Hatchett, Olivia Newton John, Tanya Tucker, Bette Midler e Bob Dylan.

Publicidade

2- Já foi um trio?

Hoje se apresentando como quarteto, a banda Kiss tocou por algumas vezes com apenas três integrantes. Ace, que já não participava do àlbum na época, deixou a banda de vez após sofrer um acidente de carro, em 1982. Depois disso, a banda foi forçada a fazer um show com três membros após Paul ser hospitalizado, essa foi a primeira vez que o guitarrista e vocalista não toca a frente em um show em 34 anos de banda.

Publicidade

3- Caracterização transformada

Paul Stanley mudou a sua imagem uma vez e apareceu, pela primeira vez, de guaxinim. Diferente de outros integrantes da banda que nunca mexeu na maneira de se vestir, o cantor tentou algo novo. Pouco depois ele usou diamantes negros ao redor dos olhos para tentar melhorar a caracterização. Contudo, ele acabou voltando para a imagem de origem com o Kiss.

Publicidade

4- Os nomes reais

De todos os 10 membros que já passaram pela banda, apenas dois usam os seus nomes verdadeiros como artísticos: Bruce Kulick e Tommy Thayer. Os outros 8 integrantes usaram nomes inventados.

5- Quem escreveu God Of Thunder?

Quando Gene toca essa música, ele cospe sangue e sobe no palco com fios escondidos. Embora a música seja a marca de Gene Simmons, quem compôs a canção foi Paul Stanley. O motivo de Stanley criar a música foi para provar que ele poderia ser tão sombiro quanto o baixista e vocal.

6- Doença fatal

Eric Carr morreu na mesma época da morte de Freddy Mercury, do Queen, em 1991. Eric era um membro dedicado e começou com a banda em 1980 e acbou sendo vpitima de uma doença fatal, câncer no coração.

7- Colaboração revelada

O produtor Michael James Jackson abordou Bryan Adams e seu colega de composição, Jim Vallance, para contribuirem no novo albúm do grupo, em 1982. A dupla escreveu duas das canções do trabalho:Rock and Roll Hell e War Machine.

8- Passado do compositor

Vinnie Vincent foi um compositor para a TV antes de se juntar ao Kiss. Ele foi responsável pela composição de Happy Days e durantes duas últimas temporadas, escreveu todas as canções de Joanie e Chachi.

9- Membros só na capa

Em 1970, o Kiss lançou uma capa do novo disco que trazia Peter Criss, contudo ele não teria participado de muita coisa no projeto. Embora Dinasty tem sido feito no mesmo ano, o musico tocou em uma faixa, Dirty Livin. O restante recebeu o som de Anton Fig, que nem foi creditado no álbum.

Ace Frehley aparece em duas capas, incluindo Creatures of the Night e Killers e não tocou em nenhum desses.

Em 1985, quando a banda lançou Creatures of the Nigh, a capa mostrava o gruitarrista, Bruce Kulick, qua não teve qualquer atuação quando o disco foi lançado. Peter e Ace também não tiveram atuação constante em o Psycho Circus e a reunião, só colaboraram em poucas músicas.

10- Sensura apoiada

A logo da banda teve que ser alterada para ser divulgada na Alemanha. Ace Frehley criou a arte em 1973, contudo, a logo havia similaridade com a SS nazista presente no país. 

 

Publicidade
Publicidade