in

Grêmio sem Jael tem gols despencados; veja os números

Marcelo Grohe é muito conhecido por fazer milagres. Já que Pedro Geromel garantiu uma vaga na Copa do Mundo. Kannemann realiza um sistema defensivo quase implacável. Arthur e Maicon faz a união de força na marcação e qualidade na saída de bola. Luan dá o toque diferente, enquanto Everton desequilibra com seus dribles. No entanto toda essa mecânica de time esta comprometida pela ausência de Jael. 

Publicidade

O jogador que era zombado por não marcar um gol, agora virou peça fundamental no sucesso do Grêmio. Por motivos médicos, Jael se encontra fora de campo. E o time vive uma queda acentuada em seus números. 

Não em questão de perder, mas os gols caíram bastante. São apenas sete em sete partidas, o que dá uma média de um por jogo, idêntica ao total da temporada. São 11 compromissos aos quais Renato não o teve à disposição, com 11 gols, com seis vitórias, três empates e duas derrotas, o que dá um aproveitamento de 63,63%.

Publicidade

Sem Jael, o time está com baixo rendimentos de gols, já que quando o astro entra em campo, há 70% de rendimento, com 12 triunfos, seis igualdades e dois revezes em 20 partidas. Nelas, o Tricolor marcou 41 gols, o que dá uma média de 2,05 por jogo. O atacante atua em 29,26%, com cinco gols e sete assistências ( veja os detalhes abaixo).

Publicidade

A situação é preocupante. Ainda mais na luta pelo brasileirão. Depois de oito rodadas, o time empatou quatro em 0 a 0 (Atlético-PR, Inter, Paraná e Fluminense). Com oito gols, ficando apenas na frente do Bahia e Santos (ambos por seis), Cruzeiro (cinco), Ceará (quatro) e Paraná (três).

Publicidade

Analises de jogos com Jael e sem Jael: 

Resultados com sua participação: 
• 
Jogos: 20
• Vitórias: 12
• Empates: 6
• Derrotas: 2
• Aproveitamento: 70%
• Gols marcados: 41
• Média de gols por jogo: 2,05

Sem sua participação os números despencam: 
• 
Jogos: 11
• Vitórias: 6
• Empates: 3
• Derrotas: 2
• Aproveitamento: 63,63%
• Gols marcados: 11
• Média de gols por jogo: 1

Números, e o estilo de Jael auxilia ao time do Grêmio. Com toda sua força, gosta de trombar com os zagueiros. Por atuar mais posicionado, obriga um defensor a ficar de olho, assim deixando mais espaços no campo para os comandados de Renato trocarem passes até invadir a área.

No jogo deste final de semana o técnico terá de ser virar sem Jael, pois nem viajou para Salvador. Tudo indica que André permaneça no comando do ataque. Porém corre o risco da bola não balançar a rede. Ramiro enfatiza que o time precisará jogar com calma até encontrar espaço para arriscar.

Ramiro ainda analiza: 

''Na realidade, precisamos ter paciência com verticalidade e objetividade. É um pouco estranha a frase, mas é isso. Não podemos sair de forma desordenada e fugir às nossas características. Temos que encontrar soluções da nossa forma e paciência. Precisamos saber o momento certo de agredir o adversário e ter tranquilidade para chegar ao 1 a 0. Aí fica mais fácil.''

Confira detalhes do confronto com o Bahia: 

Hora: 6h

Data: Neste domingo

Local: Fonte Nova.

Até o momento, os gaúchos estão em nono com 13, já os comandados de Guto Ferreira abrem a zona de rebaixamento, na 17ª posição, com oito.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade