in

Sem Jael, Grêmio tem aproveitamento semelhante a Z4

O Grêmio vive um momento curioso na atual temporada. O clube encontra-se vivendo uma das melhores fases dos últimos anos, mas começa a se preocupar, justamente por conta desta grande fase, ainda mais no que diz respeito aos seus jogadores.

Publicidade

Hoje, domingo (03), o clube enfrenta o Bahia, na arena Fonte Nova, em Salvador. A partida que é válida pela 9º rodada do campeonato brasileiro, vale muito mais que os 3 pontos, para o Grêmio, valem o reencontro com o bom futebol, e principalmente com o caminho do gol.

Média sem Jael é equivalente a de Z4

O Grêmio sofre com vários desfalques, os mais importantes são: os zagueiros Kannemann, Geromel que está na seleção, e o atacante Jael. O atacante mostra-se, talvez, como o desfalque que mais faz falta.

Publicidade

Sem Jael o clube gaúcho amarga um aproveitamento semelhantes aos clubes do Z4, a famosa zona de rebaixamento. O clube só tem um aproveitamento, um pouco melhor, com os clubes que estão no Z4 e que o Cruzeiro. Atualmente o clube ocupa a 10º posição, com 13 pontos.

Publicidade

Aproveitamento

Na última partida, o Grêmio empatou com o Fluminense, e o sinal de alerta ligou. A equipe, sem Jael, marcou apenas 7 gols em 7 jogos. O que dá uma média de apenas 1 gol por partida. Apesar de não sofrer derrotas, o clube acaba vivendo uma situação delicada.

Publicidade

Quando Jael começa ou entra no decorrer da partida, o Grêmio ostenta um cartel de 70% de rendimento, com 12 triunfos, seis igualdades e dois revezes em 20 partidas. E com uma substancial diferença. Nelas, o Tricolor marcou 41 gols, o que dá uma média de 2,05 por jogo. O atacante tem participação direta em 29,26%, com cinco gols e sete assistências. Com esse aproveitamento, Jael mostra-se como um dos principais jogadores da equipe gaúcha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade