in

Triste desabafo de criança viraliza nas redes sociais e acende alerta aos pais

O grande avanço tecnológico é com certeza uma das maiores conquistas que a sociedade moderna adquiriu, mas com ele vários problemas também surgiram. Um deles é o fato de termos a necessidade de ficarmos conectados 24 horas. Isso acaba fazendo com que a maior parte da população fique preocupada em estar ligada com tudo que acontece na internet, principalmente nas redes sociais.

Publicidade

Essa necessidade exagerada tem um efeito colateral muito ruim e às vezes até imperceptível pela maioria, que é não dar atenção a quem está a nossa volta. Conversamos com o ‘mundo inteiro’, porém, quem está perto fica deixado de lado. É dessa forma que algumas crianças estão se sentindo, trocadas por um aparelho celular. Muitos pais acabam dando mais atenção ao telefone do que aos próprios filhos.

Foi isso que uma atividade proposta por uma professora identificou. O fato aconteceu no estado de Louisiana, nos Estados Unidos. O resultado da atividade surpreendeu até mesmo a educadora. A pergunta do exercício era ‘que invenção você gostaria que nunca tivesse sido criada?''.

Publicidade

A classe é composta por alunos da 2ª série, com estudantes entre seis e sete anos. A professora resolveu compartilhar o resultado em seu perfil da rede social. A resposta de quatro alunos da turma surpreendeu a professora. Os estudantes questionavam o motivo da criação do telefone celular. A criança afirma em sua redação que não gosta do aparelho, pois seus pais ficam nele todos os dias. Inclusive, um dos alunos disse que odeia o celular da mãe.

Publicidade

A professora compartilhou a redação na internet e a postagem viralizou nos Estados Unidos. A publicação acabou fazendo com que muitos pais começassem a se questionar sobre o tempo que estão dedicando aos seus filhos.

Publicidade

Vários internautas se manifestaram lamentando o fato de não aproveitarem a presença dos filhos como deveriam. No entanto, a atividade realizada nos Estados Unidos acendeu um alerta, não somente para os pais daquele país, mas para pais de todo o mundo. É importante os pais se perguntarem: será que tenho aproveitado a companhia dos meus filhos? Caso a resposta seja negativa, sempre há tempo para mudarmos de atitude.

Publicidade
Publicidade
Publicidade