in

Evangélicos revoltados usam redes sociais para protestar contra Michel Temer

O presidente da república, Michel Temer, surpreendeu evangélicos do país ao fazer uma visita em umas das igrejas evangélicas mais tradicionais do Brasil, a Assembleia de Deus. O presidente participou de um culto na última quinta-feira (31), feriado nacional de Corpus Christi.

Publicidade

Michel Temer foi recebido pelo Bispo Manoel Ferreira, presidente vitalício da CONAMAD – Convenção Nacional das Assembleias de Deus Madureira. Temendo uma recepção negativa ao chefe de estado, o bispo fez um pedido um tanto inusitado às pessoas que estavam no templo.

Manoel Ferreira solicitou aos fiéis que não vaiassem o presidente. A orientação aconteceu minutos antes de Temer chegar na igreja. Ele foi recebido com palmas e aproveitou a oportunidade para falar sobre a difícil situação enfrentada com a greve dos caminhoneiros. Michel Temer ainda afirmou que foi ‘iluminado por Deus’. Dessa maneira, ele pôde conduzir as negociações com a classe com sabedoria e equilíbrio, afirmou Temer.

Publicidade

Durante o discurso, o presidente fez questão de ressaltar que acredita na intervenção divina. Segundo ele, ‘graças a Deus’ tudo caminhou sem que fosse necessário que as forças armadas usassem de violência contra os caminhoneiros. Aproveitando que estava participando do evento religioso, Temer pediu oração e que os pastores presentes intercedam pela vida dele.

Publicidade

No entanto, ficou claro o desconforto por parte dele. Durante a oração, é costume dos fiéis fechar os olhos e se entregar ao momento, mas não foi essa a atitude do presidente. Enquanto os líderes religiosos oravam, Temer ficou com os olhos bem abertos.

Publicidade

Evangélicos se revoltam

Ao que tudo indica, a maior parte dos evangélicos pelo Brasil não aprovou a visita de Temer ao templo da Assembleia. Fiéis revoltados usaram a internet para poder protestar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade