in

Casal homossexual é agredido em frente a um bar por motivo revoltante

Um casal homossexual foi atacado por voltar de uma festa de mãos dadas. Christopher Huizar, de 19 anos, e Gabriel Enrique Roman, 23, estavam voltando para casa depois de passar a noite em uma boate chamada The Church, em Denver.

Publicidade

Eles foram insultados por um homem branco, antes de esfaqueá-los em vários lugares, incluindo nas costas, pescoço e mãos. Pelo simples fato de andarem de mãos dadas. 

 

Publicidade

Os dois tentaram fugir, mas os ferimentos eram muito graves. Huizar diz que ele foi gravemente ferido na mão enquanto seu companheiro, Roman, estava perdendo muito sangue. O que levou a perda de consciência.

Publicidade

Testemunhas contataram os serviços de emergência. Roman sofreu feridas profundas e levou 30 pontos dentro de seu corpo, além de 52 outros pontos em sua mão. Um suspeito, cujo nome não foi revelado, foi preso por estar relacionado ao crime.

Publicidade

Huizar teve muito medo de que Roman perdesse a vida diante de seus olhos. O Departamento de Polícia de Denver investiga se o motivo do crime foi, de fato, homofobia. A polícia também anunciou estar investigando quais as acusações que podem ser feitas contra o suspeito.

O casal disse que conseguiu se recuperar fisicamente das suas feridas. No entanto, eles continuam com muito medo de sair à rua. Ambos admitiram alívio quando souberam que o suspeito havia sido preso pela polícia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade