in

Menino de 11 anos vai para o Maraca pela primeira vez e se emociona: “Melhor dia da minha vida”

De família pobre, o menino Jean Vicente de 11 anos realizou na quinta-feira um dos seus maiores sonhos: conhecer o Maracanã e ver o Flamengo jogar. Era a primeira vez de Jean no estádio e o garoto começou com pé quente e viu o rubro-negro vencer o Bahia por 2 a 0. 

Publicidade

A experiência de Jean no estádio mais importante do Brasil para história do futebol foi fruto do projeto Futuro da Nação. O projeto foi criado por quatro torcedores em parceria com o clube e tem como principal objetivo usar a paixão das crianças de comunidade carente pelo Flamengo para aumentar a frequência no colégio e melhorar as notas.

Morador do Cesarão, Jean estava muito emocionado e acabou contagiando todo mundo, inclusive os idealizadores do projeto. Fabio Justino, um dos coordenadores, ficou muito tocado quando Jean disse que era o "melhor dia da vida dele" e falou que não há dinheiro que pague isso.

Publicidade

"O Flamengo era um para ele. A partir de hoje, tem outro significado. Ouvir de uma criança de 11 anos que você proporcionou o melhor dia da vida dela, não tem dinheiro que pague isso. É realmente sensacional. Se pudesse fazer todos os dias, em todos os jogos, eu faria. Não só eu, como todos os outros integrantes do projeto também. A sensação é indescritível. A gente sai de casa achando que está ajudando alguém, fazendo algo por alguém e, quando o trabalho é concluído, você percebe que não fez nada, fez uma gota e proporcionou um oceano de alegria. Eu não mudei a vida dele, o projeto não mudou, mas nós conseguimos gerar uma experiência que ele nunca mais vai esquecer", contou emocionado.

Publicidade

Torcer para o Flamengo é uma herança de família. O menino disse que o pai é muito apaixonado pelo rubro-negro e ele aprendeu com isso. Jean não esperava que fosse realizar esse sonho tão cedo, mas conseguiu e se mostrou muito grato.

Publicidade

"Meu pai sempre quis me levar, mas a gente não tem dinheiro para isso", contou. Além de ver o time ganhar, conhecer o estádio, ele ainda ganhou uma camisa de Trauco. Miguel Trauco não participou do jogo, mas Jean gosta muito do peruano e falou sobre o lateral.

Publicidade
Publicidade
Publicidade